You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

23/11/2017
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas

Colunas

Trincheira XXXVI

Contra Indicação
Nessas idas e vindas da vida, um ex-secretário, bastante poderoso ontem e que costumava dar chá de cadeira em muita gente, em dias recentes e já passados, experimentou do próprio chá e parece não ter gostado, a ponto de reclamar a um interlocutor. Isso nos remete aquela frase feita acerca das voltas que o mundo dá. Pouco humilde no ápice e na descendência, uma figura apenas caricata em relação aos poderes concedidos em demasia a quem não tem costume de usá-lo. Se foi picado pela mosca azul, o antídoto para isso são as sandálias da humildade.
- Calce-as, enquanto é tempo. Volte em 2014.

 
Na Direção
Muito se ouve falar sobre o Rotary Club de Nobres, como uma entidade onde n√£o se fala em pol√≠tica partid√°ria e o realce ali √© para a pol√≠tica do bem servir. Isso serviria para aplica√ß√£o em outras entidades, de modo a fazer a bem sem olhar a quem. √Č o que se tem ouvido falar e isso merece o respeito e a admira√ß√£o de muitos. Vale lembrar que esse n√£o √© um fato novo e j√° vem de outros carnavais e de outras diretorias.
- Os elogios são de muitos. Parabéns.

 
Sauda√ß√Ķes
A APAE/Nobres está de diretoria nova, agora, com o retorno de Flávio Dalmolin e grande elenco, entre os quais a prof.ª Dolores de Paula, Maria Demétria e vai por aí. Dênis Anderson Pereira, ex-presidente da entidade deixa o comando com a certeza do dever cumprido e sabendo que há muito por fazer diante da proposta que não deve se realizar; de extinção das APAE's no Brasil. A nova diretoria busca saídas e novos caminhos para levar adiante essa entidade que é referência em Nobres, no estado e no Brasil, mas que precisa ser vista com outros tantos bons olhos.
- Sucesso a nova diretoria.

 

Autoextermínio

"Mais do que uma campanha para tratamento da depress√£o, nossas autoridades precisam fazer uma campanha para acabar com um mal terr√≠vel, pior que a pr√≥pria doen√ßa ‚Äď o preconceito contra pessoas que sofrem desse dist√ļrbio e acabam se matando. Hoje, o Brasil tem 27 mortes por dia de acidentes de tr√Ęnsito envolvendo motocicletas. E 25 pessoas se matam porque est√£o com depress√£o e n√£o foram tratadas adequadamente". O tema √© tratado pelo jornalista Adilson Rosa atrav√©s de mat√©ria opinativa inserida no Portal Midia News, sob a denomina√ß√£o de "C√Ęncer da Alma", que √© um assunto em voga.
- Vale a pena conferir.


Ladr√£o Famoso
Deu na Folha de S√£o Paulo: "O brit√Ęnico Ronald Biggs, conhecido como o "ladr√£o do s√©culo" pelo audacioso assalto ao trem pagador que ia de Glasgow a Londres em 1963, morreu aos 84 anos, em um asilo para idosos em East Barnet, no norte de Londres. Biggs j√° teve ao menos sete derrames, ataque card√≠aco, ataques epil√©ticos, √ļlcera no est√īmago, al√©m de uma fratura no quadril que o deixou internado por dias no hospital universit√°rio de Norfolk e Norwich".
- Residiu no bairro de Santa Teresa, na cidade do Rio de Janeiro, onde casou-se com uma brasileira.


Ladr√£o Famoso II
O brit√Ęnico fazia parte de uma gangue de cerca de 15 homens que conseguiu, em 8 de agosto de 1963, parar um comboio ferrovi√°rio manipulando a sinaliza√ß√£o. Depois de ferir gravemente um funcion√°rio, eles fugiram com 120 sacos de notas usadas contendo no total 2,6 milh√Ķes de libras, uma quantia recorde para a √©poca equivalente a cerca de R$ 124 milh√Ķes. Os ladr√Ķes, inclusive Biggs, foram presos em janeiro de 1964. Processado e condenado a 30 anos de pris√£o, Biggs foi para a penitenci√°ria de Wandsworth (Londres), de onde conseguiu fugir 15 meses depois. Ele passou por cirurgias est√©ticas e viveu como foragido na Espanha, na Austr√°lia e, principalmente, no Brasil.
- Virou celebridade após esse feito e o Brasil foi seu abrigo.

 

Contrastes Brasileiros
Est√° no Midia News: "Ao contr√°rio de desenvolvimento, a emancipa√ß√£o de distritos e cria√ß√£o de novos munic√≠pios, na maioria das vezes, causa empobrecimento. √Č o que aponta estudo do IPEA lan√ßado em Bras√≠lia. O projeto Brasil em Desenvolvimento, que teve como tema Desenvolvimento inclusivo e sustent√°vel: um recorte territorial traz discuss√Ķes e dados sobre as rela√ß√Ķes federativas e as din√Ęmicas social e econ√īmica do territ√≥rio, abordando temas como estrutura tribut√°ria, migra√ß√£o, desigualdade regionais e sociais, cultura, educa√ß√£o, viol√™ncia, mobilidade urbana, biodiversidade, entre outros".
- Nem sempre, a "ind√ļstria" da emancipa√ß√£o traz resultados positivos.

 

Perdas & Ganhos
O site Agitos Nobres aponta que o sindicato dos servidores p√ļblicos municipais de Nobres estaria perdendo for√ßa e filiados a um s√≥ tempo por conta do PCCS, cujas negocia√ß√Ķes tiveram a participa√ß√£o da atual presidente, segundo documento exibido pelo portal noticioso. Estaria ocorrendo processo de esvaziamento no sindicato, conforme not√≠cia divulgada naquele portal embora n√£o se informe quem tenha prestado essa informa√ß√£o. Na rede social, a p√°gina assinada pela l√≠der sindical aponta que ela n√£o sabia de nada e a coloca√ß√£o √© de que ela est√° alicer√ßada juridicamente, com cita√ß√Ķes jur√≠dicas que denotam o elevado grau de conhecimento da l√≠der sindical, foi divulgada nota de rep√ļdio.
- O vernáculo da líder sindical está impecável, entretanto, a notícia do Agitos Nobres traz outra conotação.


Empréstimo
Seria ing√™nua a pergunta a qualquer n√£o internauta: "Voc√™ emprestaria seu nome e foto para que algu√©m criasse um perfil no Face e falasse por voc√™?". Como os tempos s√£o modernos, esse seria o primeiro caso de "ventriloquismo cibern√©tico", s√≥ permitido agora, atrav√©s da rob√≥tica. Se de corpo, ossos, m√ļsculos e alma presentes, a coisa anda meio dif√≠cil de as pessoas acreditarem, emprestar vez e palavras a outrem, s√≥ em casos extraordinariamente extraordin√°rios e redundantes... como a cagada de um elefante. No caso do apresentador Marcelo Rezende... corta pra mim, n√£o √© poss√≠vel acreditar que ele mesmo leia e responda as milhares de cartas que recebe diariamente. Mas h√° casos de psicografia, em que algu√©m dita a algu√©m, mas s√£o pessoas com dons medi√ļnicos.¬†
- Raul Seixas e Raulzito sempre foram o mesmo homem: "√Č voc√™ olhar no espelho; Se sentir um grandess√≠ssimo idiota; Saber que √© humano, rid√≠culo, limitado; Que s√≥ usa dez por cento de sua Cabe√ßa animal; E voc√™ ainda acredita que √© um doutor, padre ou policial; Que est√° contribuindo com sua parte; Para nosso belo quadro social...".

 

Guiado Por Deus

Em Nobres, muito se tem ouvido falar de um caso "sui generis" no tr√Ęnsito, em que um carro tem sido guiado pelo instrumento denominado GPIN (Guiado Por Informa√ß√Ķes de Navegador), ou seja, quem vai ao lado, informando o trajeto e o rumo a ser seguido, √© que realmente comanda a "viagem". Se isso n√£o representar perigo aos demais, deixa pra l√° e deixa que aquilo que emana do Contran fique por a√≠. Valha-nos, Deus.
- Vinha voando na minha mula, quando vi pela frente... um caracol em seu nada r√°pido passeio.


Volta J√°
Muitos andam perguntando, onde estaria aquele rapaz que era respons√°vel pelos Correios em Nobres. A sua aus√™ncia √© sentida na medida em que as reclama√ß√Ķes s√£o feitas √† sede regional da empresa estatal com rela√ß√£o ao atendimento. N√£o est√° sendo f√°cil nos √ļltimos dias saber de alguma informa√ß√£o embora a regional j√° tenha conhecimento do que vem ocorrendo.¬†
- Volta Sergio e j√°.


Foicebook
Esse tal de "foicebook" est√° realmente monopolizando as aten√ß√Ķes. Panelas queimando, roupas no cesto sem lavar, coc√ī de cachorro no quintal e uma galera sentando a pua na rede. O "tar" de WhatsApp est√° tirando o sono de muita gente por conta da nudez que √© roubada. Uma hora √© gente que teve a pose roubada quando estava sentada no vaso, xixindo; em outra oportunidade √© uma bunda que vai para a rede; pererecas pululam na rede feito carne de tracaj√° na panela; peitos est√£o aos montes por a√≠, derrubando aquela tese de que "toda nudez ser√° castigada". A filha de Renato Ga√ļcho, t√©cnico do Gr√™mio Portoalegrense, teve a nudez roubada atrav√©s do WhatsApp e tem gente se roendo por uma c√≥pia.¬†
- Cortar cana no canavial ninguém quer, mas ficar "supunhetando" no foicebook, quem não quer? Vem aí, o "cutelobook". Antigamente, trepava-se em árvore, na escada... agora é na rede.

 

Solução Já
Como e de que forma será possível retirar aquela água estagnada nas proximidades do Jeito Brasil, à avenida Mal. Rondon? Aos domingos, pela manhã, quando o fluxo de pessoas aumenta naquele trecho por conta da feira livre, eis que aquele cenário fica exposto aos olhos dos visitantes. De onde vem, isso é importante saber, para início de conversa; depois é só corrigir a falha, gritante, por sinal.
- √Č Natal, vamos arrumar um pouquinho e evitar sujeira.


Sa√ļde Privada
Novas reclama√ß√Ķes sobre o hospital conveniado amanheceram na rede social, via Facebook. E nos bastidores, o pleito por majora√ß√£o nos valores contratuais. √Č como as composi√ß√Ķes de um mesmo trem, com uma partindo em uma dire√ß√£o e a outra na dire√ß√£o contr√°ria. H√° pelo menos duas d√©cadas a vida segue nessa mesma toada e urge provid√™ncias e o MPE √© um desses endere√ßos a seguir. O hospital √© particular e tem conv√™nio com o munic√≠pio, mas na hora de reclamar, a reclama√ß√£o √© geral e, principalmente, contra os gestores e co-gestores p√ļblicos.
- Os fatos se repetem, cotidianamente.


Sem Sa√ļde
Quem anda com a sa√ļde e a moral abalada √© a C√Ęmara Municipal de Cuiab√°. Mal saiu o vereador e presidente Jo√£o Emanuel, eis que o presidente eleito, o vereador J√ļlio Pinheiro, j√° est√° na mira do Gaeco. Realmente, Cuiab√° anda mal nas escolhas que faz para legisladores. Mas tudo isso s√≥ tem um endere√ßo, os esquemas engendrados para a escolha do presidente e os votos que ele recebe para administrar a Casa. Ningu√©m se elege presidente apenas pelo fato de ter compet√™ncia e afinidade com gest√£o p√ļblica, h√° algo que cerca essas elei√ß√Ķes, cujos bastidores s√£o sombrios.
- buy clomid online Filinto Muller se revira no t√ļmulo ao saber que ali no pal√°cio que leva o seu nome as coisas n√£o s√£o bem claras... quase sempre, na maioria das vezes, n√£o obstante e vultos mais.


Sondagens Eleitorais
Diz no Midia News que "O senador Blairo Maggi (PDT) lidera a corrida ao Pal√°cio Paiagu√°s, em pesquisa de inten√ß√£o de votos feita pelo Instituto Vox Populi, encomendada pelo jornal Di√°rio de Cuiab√° e pela revista RDM. Se as elei√ß√Ķes fossem hoje, o ex-governador venceria novamente, com 53% da prefer√™ncia do eleitorado. O tamb√©m senador Pedro Taques (PDT) aparece em segundo lugar, com 24%. O juiz federal Julier Sebasti√£o da Silva teria 2% da prefer√™ncia do eleitorado".
- Se n√£o cair nas garras das investiga√ß√Ķes que est√£o ocorrendo e se aceitar o desafio, as elei√ß√Ķes do ano que vem prometem ser uma "guerra fria" e estilosa, feito aquela, travada entre URSS e EUA em anos passados.

 

MicareNobres

Est√° chegando a hora do evento MicareNobres, produzido pela ECP (Elton Camargo Produ√ß√Ķes). Ser√° amanh√£, dia 07/12/13. O acontecimento tem tudo para dar certo e acreditamos que dar√°, com a seguran√ßa a postos, sempre. O sucesso que vem conseguindo a ECP deve-se, principalmente, pela discri√ß√£o do "promoter" de eventos, que evita querer ser a estrela de cada acontecimento. Pelo contr√°rio, tem colocado a realiza√ß√£o como ponto alto e torcemos para que fa√ßa como tem feito, abrindo caminho para novos eventos com seriedade e colocando a ECP como uma grife no ramo de divers√£o e de entretenimento por estas bandas.
- Vai rolar a festa. Boa sorte!


Feira Livre
O vereador Joel J√ļnior, o JJ, vem achando esquisito a contra informa√ß√£o a seu respeito, de que tem colocado pressa para a implanta√ß√£o da feira do produtor rural. Na verdade, a feira j√° est√° implantada e deve ter local adequado e pr√≥prio para a sua realiza√ß√£o e o vereador tem auxiliado e apoiado o prefeito municipal de Nobres nessa iniciativa. De acordo com JJ, ele esteve na feira atual por diversas vezes e encontrou-se com o prefeito Sebasti√£o Gilmar por l√°, o que garante o seu apoio para as coisas boas para a popula√ß√£o e disse acreditar que o centro de comercializa√ß√£o da produ√ß√£o rural j√° √© uma realidade.¬†
- Seriam boatos infundados, vereador, que estão espalhando por aí?

 

Batendo Ponto
Os roubos ao Banco do Brasil em Rosário Oeste passaram a ser quinzenais? Os caras nem acabam de gastar o dinheiro e já voltam para buscar mais. A coisa parece que está ficando fácil... extremamente fácil. Quem trabalha e se utiliza de serviços bancários, acaba ficando prejudicado por conta dessas visitas quinzenais dos especialistas no assunto. Será que essa galera se utiliza de alguma engenhoca (GPS), dessas que avisa quando não tem ninguém por perto e a grana tá disponível?
- F√°cil, extremamente f√°cil... j√° ouvi essa m√ļsica.


Pau na M√°quina
Por que n√£o, usar uma p√° carregadeira para desenterrar essa cabe√ßa de burro que estaria enterrada na tal garagem? Sem extintor de inc√™ndio no trabalho, justo nesse dia, na estrada rural? Mas isso ainda n√£o √© nada. J√° houve um tempo em que, supostamente (n√£o vimos!), teriam despejado um pacote de a√ß√ļcar no tanque de uma m√°quina pesada. Realmente, em Ros√°rio Oeste acontece cada coisa, mas cada coisa, s√≥ vista nas hist√≥rias em quadrinhos. Esse neg√≥cio de cabe√ßa de burro enterrada por a√≠, √© s√≥ para enganar os outros; o burro √© aquele que paga os seus impostos... mas se n√£o pagar, √© morto enforcado e esquartejado no Largo da Lampadosa. Dai a C√©sar o que √© de C√©sar...
- ...que vai parar nas mãos de Zé Dirceu, de Genoíno, de Roberto Jeferson, de Valério and Compani.

 

"Fiat Lux"
Em tempos de Natal e de muita luminosidade nas cidades, muitos moradores da cidade e da zona rural reclamam mesmo é da luz nos postes, aquela, basiquinha, que é para evitar de se pisar na merda, em sapo ou cobra. Até que ninguém tem reclamado de pagar, mas paga para ver a luz brilhando no poste, o que não tem acontecido. Depois que Thomaz Edison tentou ao menos uma dez mil vezes, enfim, ele criou a luz elétrica. Agora que todos nós sabemos que a luz elétrica existe, nada como querê-la iluminando o caminho daqueles que gostam de ir e vir... constitucionalissimamente.
- Então, direita, volver, sargento... faça-se luz.

 

Fama Repentina
Quem é ele? Após aquele sopapo e a retirada de José Carlos do recinto do Legislativo, dia 02 de dezembro, eis que Calanguinho, como é conhecido, ficou um pouco mais famoso. Ele é o pintor que saiu em notícia na tevê local e foi parar na rede social, diziam uns e outros. Xiá, ninguém quer fama assim. Ele pinta o sete, o oito e até o nove, mas os estudantes não gostaram da receptividade dada ao Picasso das paredes. Foi parar no Balanço Geral e no face foi só pedrada. 
- √Č..., a coisa est√° complicada e n√£o se acredita que algu√©m tenha dado essa autoriza√ß√£o para retir√°-lo de l√°. O assunto ainda vai render.¬†

 

O Desconhecido
O vereador e presidente do Legislativo, de Cuiab√°, Jo√£o Emanuel, parece que se tornou invis√≠vel aos olhos de muitos ap√≥s a s√©rie de problemas que descobriram sobre ele. O governador Silval Barbosa teria dito a frase cl√°ssica: "Nunca vi e nunca conversei com esse cidad√£o". Quando o sujeito entra no inferno astral √© assim mesmo, at√© os amigos fingem n√£o v√™-lo e h√° quem diga que nem o conhece. H√° mais de 2.000 anos atr√°s, antes de o dia clarear, teve quem desconhecesse o amigo da Santa Ceia e das prega√ß√Ķes.
- Jo√£o foi "batizado" em √°guas turvas pelo Gaeco.

 
Podres Poderes
Dizem que h√° dossi√™s pra todos os gostos sendo vendidos por a√≠. Sobre a Secopa, sobre Eder de Moraes; sobre a CAB; sobre Jo√£o; sobre Pedro; sobre Judas, o beijoqueiro; sobre s√£o Sebasti√£o Julier, tantas vezes flechado por pretender ser governador; sobre o garimpeiro Silval; sobre tudo e acima de tudo sobre o poder de governar MT. O que tem sa√≠do na imprensa baseada em Cuiab√° nos √ļltimos dias, deixaria Scarface coradinho de vergonha l√° em Chicago. √Č coisa para √Āgatha Christie meditar at√© descobrir que o culpado √© mesmo o mordomo. Mas a pergunta b√°sica √©:
- Alguém está quebrado ou sofre por falta de dinheiro nesse meio aí?

 
Cuiav√°
De acordo com Pascoal Moreira Cabral, correspondente midi√°tico em 1719, os √≠ndios soltavam aquela coisa utilizada para beber √°gua no rio e pronunciavam: Cuiav√°... pra PQP. Do jeito que anda a pol√≠tica na capital, amarelecida pelas picaretagens pol√≠ticas, mas quem dia j√° foi verde, com a ren√ļncia de Jo√£o Emanuel no p√≥s Deucimar, Chica Nunes e artistas outros, com Chico 2000 ou a volta de J√ļlio Pinheiro, realmente... Cuiav√°. O centro velho da antiga cidade dos √≠ndios Paiagu√°s anda mais fedida que a Lapa dos bo√™mios cariocas. √Č cheiro de urina, √© jogatina e acertos mil na √°rea central da cidade. No outrora famoso Campo D'Ourique, parece que h√° uma cabe√ßa de burro enterrada ali e deve ser aquela com que Sans√£o derrubou aquele monte de Filisteus.
- Jogue a cuia n'√°gua e deixe que ela v√°, indiaiada.

 

 

Ponto Negativo
Durante a análise das Contas de Gestão de Nobres no TCE-MT, o conselheiro Valter Albano argumentou que a má gestão financeira em Nobres é recorrente e cultural. Já o conselheiro Waldir Teis, destacou que a gestão do prefeito José Carlos da Silva estabeleceu o caos ao se apropriar de forma indevida de valores devidos ao RPPS, que é a Previdência Municipal. De acordo com Teis, o pagamento em dobro, dos valores do RPPS causarão um prejuízo que pode durar oito anos. Em 13 anos como conselheiro, Antonio Joaquim diz que só vê contas de Nobres com irregularidades.
- √Č Nobres na fita.


Atos Falhos
A complacência com o desvio de função tem levado prefeitos a ouvirem o soar do gongo do TCE. Bonzinho, amigável e permissivo é como cachimbo, só leva fumo. Mas, se fosse só isso, menos mal. O ex-prefeito José Carlos da Silva foi torpedeado durante a análise das Contas de Gestão pelos conselheiros do TCE-MT. Valter Albano diz que a análise de documentos bancários permitiu aos demais conselheiros saberem que houve triplicação de valores nos processos de empresas para recebimento sem o devido conhecimento dos empresários/fornecedores, com fraudes em cheques. "Um conjunto de atos ilegais, abusivos de desvio de dinheiro naquela prefeitura...", conforme cita o conselheiro Valter Albano.
- Mas, quem seria o marajá da prefeitura naqueles idos anos, prefeito Zé Carlos? O dito pelo não dito.


Recado Direto
"Os atuais administradores desses munic√≠pios precisam atuar de uma forma muito ciosa e eficiente para que esses munic√≠pios possam sair dessa situa√ß√£o de caos. √Č uma situa√ß√£o cultural, hist√≥rica, recorrente, ent√£o, esses administradores precisam dar uma basta no modelo vigente nesses munic√≠pios e fazer diferente para ter resultados diferentes. Isso √© uma fun√ß√£o matem√°tica, se fizer igual, o resultado vai ser igual...", assinala em sua argumenta√ß√£o o conselheiro Valter Albano em rela√ß√£o aos munic√≠pios que ele citou, inclusive Nobres. Isso foi falado na sess√£o plen√°ria de 26 de novembro de 2.013.
- Ouça quem tem ouvidos de ouvir.

 

BioRosário/Notícia
"Uma colis√£o frontal entre dois ve√≠culos deixou 9 pessoas feridas em Ros√°rio Oeste. O acidente aconteceu na tarde de domingo (24/11) na rodovia MT 010 pr√≥ximo da cidade. Um dos ve√≠culos, um Gol 1.0 de cor cinza, placa KAM-5374, dirigido por Jhonny da Costa Concei√ß√£o (26) que se deslocava sentido Ros√°rio-Cuiab√°, tentou fazer uma ultrapassagem irregular pr√≥ximo a uma curva e acabou causando o acidente. No acidente o Gol se chocou frontalmente com o ve√≠culo Corsa Classic Life de placa EAX-6352 que seguia sentido Cuiab√°-Ros√°rio, dirigido por Celso Ant√īnio dos Santos (37) que tamb√©m est√° hospitalizado". Essa informa√ß√£o est√° vinculada ao site Bio Ros√°rio. A rodovia MT-010 est√° bastante frequentada e aos domingos, a partir das 14 horas, a situa√ß√£o fica cr√≠tica entre Ros√°rio Oeste at√© Cuiab√°, com motos e caminhonetes com ultrapassagens perigosas e no limite de colis√£o.
- E quem fiscaliza?


Tr√°fego Pesado
A MT-010 encontra-se com o seu pavimento em p√©ssimo estado de conserva√ß√£o no trecho entre Acorizal e Guia, com v√°rios buracos na pista. N√£o bastasse isso, o risco de colis√£o com animais na pista e o tr√°fego de caminh√Ķes tamb√©m tem sido frequente nessa rodovia, denominada da "vida". As campanhas sobre os riscos de ingest√£o de √°lcool e dire√ß√£o que n√£o combinam parecem desafiar os motoristas pouco avisados. O quadro √© preocupante e no trevo de Acorizal, est√° ali um elefante branco da gest√£o Maggi, um posto policial abandonado e entregue √† inutilidade. Mas o pior de tudo s√£o os Sebastian Vettel que dirigem nas estradas estaduais e se acreditam estar num aut√≥dromo de pista livre.
- Cad√™ a porra do etil√īmetro ou baf√īmetro aos domingos nesse trecho, entre Ros√°rio Oeste e Cuiab√°?

 

√Č Natal
Fim de ano, sujeito não é chegado no trampo e ainda aprende com políticos e outras patentes envolvidas na Operação Ararath, da PF; daí, quer levantar uma grana para presentear a namorada e logo pensa, vou para Nobres praticar um assalto. Pois é, e deu zebra na tentativa e a rapaziada foi parar no xilindró, mas como são cobras criadas, exigiram a presença da imprensa local e de um advogado criminalista para deixar a sede dos Correios em Nobres. Aliás, a estatal federal ostenta o título de "a preferida" dos assaltantes em todo o Brasil, por conta da ausência de seguranças nas agências. O pessoal trabalha exposto e sujeito a chuvas e tempestades, digamos, ao interesse dos meliantes.
- V√£o estar no Cadeia Neles, daqui a pouco. E adivinhem o que v√£o dizer deles l√° no Cadeia.


√Č Natal II
Se todos os meliantes que aparecem no Cadeia Neles são tratados como "raça infame", a que raça pertenceriam as proeminentes figuras que constariam da lista de privilegiados com vultosos empréstimos vasculhados na Operação Ararath? O tratamento deveria ser igual a todos no programa policial televisivo. Mas como ainda não se tem nomes, não se pode cobrar do "Vartão". Dizem que pedaços da Arca de Noé foram encontrados no Monte Ararath por arqueólogos; e o que será que a PF encontrará nesse monte de dinheiro que supostamente circula por aí, na moita?
- √Č como diria aquele vereador local, essa Arca de "Noel" √© do papai.

 

Presos e Legislando?
Eles continuar√£o exercendo mandato de parlamentar? "No total, o STF condenou quatro deputados federais no julgamento do mensal√£o, incluindo um eleito pela popula√ß√£o mato-grossense. O m√©dico Pedro Henry (PP-MT) foi condenado por corrup√ß√£o passiva e lavagem de dinheiro. Em 2012, o STF determinou que Henry, ex-secret√°rio de Sa√ļde de Mato Grosso, cumpra sete anos e dois meses de pris√£o (regime semiaberto) e pague R$ 932 mil (quantia a ser atualizada). No regime semiaberto, os condenados podem deixar o pres√≠dio durante o dia para trabalhar", diz a informa√ß√£o contida no Portal 24 Horas News. Trabalhar na C√Ęmara dos Deputados? Em algum hospital?
- A decis√£o, que seria do STF, ser√° mesmo da C√Ęmara Federal.


Genuinamente Genoíno
Segundo os notici√°rios: "Para o ministro mato-grossense, os mandatos dos condenados do mensal√£o devem ser cassados imediatamente, conforme j√° determinado pelo STF. "N√£o conhe√ßo o teor das declara√ß√Ķes, mas h√° a orienta√ß√£o do STF e no estado de direito n√£o h√° soberanos. Todos devem observar as regras estabelecidas pelo Judici√°rio", disse Mendes, quando questionado sobre o posicionamento de Henrique Eduardo Alves, presidente da C√Ęmara dos Deputados. Alves declarou que a quest√£o do mandato do deputado Jos√© Genoino (PT-SP) vai ser submetida ao plen√°rio da casa legislativa".
- Ele quer continuar como deputado federal? Mas, pediu aposentadoria; e agora?


Genuinamente Genoíno
O deputado federal José Genoíno reclamou de doença cardíaca grave, segundo laudos de especialistas, e foi atendido com prisão domiciliar. Nos presídios de Mato Grosso, no tal Centro de Ressocialização e no Pascoal Ramos, a incidência de tuberculose é alta, e os presos não têm direito a reclamar de forma tão genuína assim. Até há pouco tempo, o parlamentar petista passava bem, até demais; agora, reclama de doença, de humilhação e de que a prisão é política. Mas, de que forma esse pessoal todo pode manipular o tal mensalão, senão pelo viés político?
- Política ou não, a prisão deveria ser mantida, mas no xilindró.

 

Rede Mata
A rede social (Facebook) tamb√©m faz v√≠timas, n√£o s√≥ por conta dos "fakes", das a√ß√Ķes ped√≥filas e das mentiras plantadas, mas tamb√©m por situa√ß√Ķes passionais. Deu no Portal Olhar Direto que: "Conforme as informa√ß√Ķes repassadas por ele (o marido que matou) √† PM, ele teria assassinado a esposa por ci√ļmes de conversas dela no Facebook. Assim que o homem contou o que havia ocorrido, o policial de plant√£o acionou uma equipe do hospital municipal, mas o m√©dico nada p√īde fazer, j√° que encontrou a mulher j√° sem os sinais vitais". Aroldo dos Santos, de 39 anos, matou a esposa dele, Silene Lopes de Souza, 31, a facadas, nesta ter√ßa-feira √† noite, dentro da casa onde os dois residiam, no Bairro da Creche, em Porto dos Ga√ļchos (618 km ao Norte de Cuiab√°), e depois foi at√© ao destacamento da Pol√≠cia Militar e se entregou. Diz o portal de not√≠cias.
- √Č..., nem tudo o que reluz √© ouro.

 

(Des)Monte Ararath
Essa opera√ß√£o, denominada de Ararath, deflagrada pela PF, recentemente, pode deixar em cacos a "arca" de certos pol√≠ticos. Dizem que a grana rolou solta para financiamento de campanhas pol√≠ticas, via lavanderia, segundo dados preliminmares que est√£o vazando. De acordo com os notici√°rios, "As investiga√ß√Ķes da Pol√≠cia Federal em Cuiab√° tiveram in√≠cio em 2011 para apurar a pr√°tica de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e lavagem de dinheiro. No decorrer das investiga√ß√Ķes, a PF um grupo utilizava-se empresas do fomento mercantil como fachada para concess√£o de empr√©stimos a juros a diversas pessoas f√≠sicas e jur√≠dicas no Estado".
- Será que historiadores encontrarão pedaços da arca perdida lá pelas bandas do Monte dos Paiaguás?


(Des)Monte Ararath II
Diz o portal 24 Horas News que: "Segundo uma alta fonte da PF, peritos v√£o se debru√ßar nas investiga√ß√Ķes e as primeiras indica√ß√Ķes mostram que o empreendimento ilegal de neg√≥cios vai desaguar em in√ļmeras contas banc√°rias, inclusive de campanhas eleitorais, irrigadas com dinheiro das opera√ß√Ķes". S√£o nessas horas que costumam surgir aquelas dores de barriga hom√©ricas, com direito a n√£o menos hom√©ricas caganeiras. Gente chique diz que √© desarranjo intestinal; j√° o pobre e descamisado diz: "hoje, t√ī xixindo pra dan√™ra...". O poeta cuiabano diria:...
- "...lá em cima daquele morro, tem um pé de bananeira, cho pai morreu de curso e cha mãe de caganeira...". Cruzes, Félix, vai feder!


Exibicionismo na Rede
Deu buy kamagra online na tevê: "Moradores de comunidades do Rio denunciam que traficantes têm usado as redes sociais pra impor o medo e ameaçar inimigos. Como mostrou o Bom Dia Brasil, dia 14/11, os bandidos divulgam fotos em que ostentam armamento pesado. Pistolas, fuzis, granadas e até um lança rojão são exibidos por criminosos na internet (Facebook) para demonstrar força e ameaçar inimigos. Os perfis revelam a certeza da impunidade. Um homem colocou em uma rede social que estudou na escola do crime e outro admitiu que é traficante. Menores de idade e mulheres também aparecem segurando armas. Muito dinheiro e drogas aparecem nas fotos. Os bandidos andam de moto pelas ruas da favela e moram em casas luxuosas".
- Na rede d√° de tudo.

Coisas da Rede
"Policiais militares prenderam dois suspeitos de participar de um esquema de roubo pelo Facebook. Eles anunciavam a venda de carros pela rede social e exigia parte do pagamento em dinheiro. Assim que o interessado chegava no endereço fornecido para fechar o negócio, era assaltado. O carro não existia. Foram presos Felipe Nunes Filho, de 38 anos, reconhecido pela vítima como um dos assaltantes que lhe tomaram R$ 30 mil em dinheiro, e Vitor Kleber Teodoro, de 23, acusado de dar suporte ao esquema criminoso. A prisão da dupla ocorreu na tarde de quarta-feira (13), por volta das 17 horas, no condomínio Residencial Aeroporto, no bairro Ipase, em Várzea Grande".
- No Facebook tem dessas coisas, de √ļtil para o in√ļtil, num piscar de olhos.

 
Gest√£o Virtual
O Facebook tornou-se uma mania mundial e Mark Elliot Zuckerberg, nascido em White Plains, em 14 de maio de 1984 √© um programador, empres√°rio norte-americano, que ficou conhecido mundialmente por ser um dos fundadores do Facebook, a maior rede social do mundo. Zuckerberg, ao criar o Facebook, ser√° que sabia que a rede social serviria a todo tipo de neg√≥cio? √Č t√£o bom, "esse tar de Face", que tem at√© prefeito virtual, que costuma administrar uma cidade mesmo estando a milhares de kms ou de l√©guas e l√©guas distante. √Č como diria: Evandro Mesquita: "Longe de casa; H√° mais de uma semana; Milhas e milhas distante... Estou a dois passos do para√≠so...¬†N√£o sei se vou voltar".
- Mas qu√°!

 

 

Valter Albano Detona
Isso est√° nos notici√°rios: "O relator do processo, conselheiro Valter Albano, durante explana√ß√£o, disse que a atitude do ex-gestor foi inadmiss√≠vel ao adquirir um produto, receber a mercadoria, n√£o pagar e ainda pensar que √© o "bam-bam-bam". O conselheiro acrescenta ainda que o prefeito fez brincadeira com gest√£o p√ļblica, um descompromisso e uma vadiagem. "Isso √© o que gera o desequil√≠brio fiscal, aumenta o custo da gest√£o e gera incredulidade perante a popula√ß√£o em rela√ß√£o ao poder p√ļblico. Esse tipo de gestor tem que desaparecer, n√£o s√≥ do munic√≠pio de Nobres, mas ousaria dizer da face da terra", disparou Albano.
- Esse papo todo aí é sobre o ex-prefeito José Carlos da Silva, que administrou Nobres entre 2.009 a 2012.


Virou Notícia
Est√° no Portal Olhar Direto: "A Pol√≠cia Civil de Mato Grosso est√° √† procura de mais quatro acusados de participa√ß√£o no leil√£o de virgindade de uma adolescente no munic√≠pio de Guiratinga (317 km a Sudeste de Cuiab√°). Todos est√£o com mandados de pris√£o decretados e s√£o considerados foragidos da Justi√ßa. Conforme uma fonte na Delegacia de Pol√≠cia Civil daquele munic√≠pio, ainda faltam ser presos o vereador Ozeias Pond√© Dias (DEM), o m√©dico Antonio Dourado, o produtor rural Vidal Gomes da Silva, al√©m de Nadir Borges, que √© m√£e da suplente de vereadora T√Ęnia Mara Lopes Borges (DEM) - madrasta da adolescente".
- Coisas do mundo moderno em cidade interiorana. Bem ao estilo da nudez no WhatsApp. E ainda dizem que a carne é fraca, que toda nudez será castigada. Diziam.

 

Deusa Afrodite
"Um advogado, um comerciante e servidor p√ļblico foram presos nesta quarta-feira √† tarde, em Guiratinga (342 km a Sudeste de Cuiab√°), na "Opera√ß√£o Afrodite", desencadeada pela Pol√≠cia Civil ap√≥s uma suplente de vereadora leiloar a virgindade de uma enteada, de 16 anos. Os tr√™s acusados ainda n√£o tiveram os nomes divulgados pela pol√≠cia. Dezesseis policiais civis de Guiratinga e Rondon√≥polis participaram da opera√ß√£o, comandada pela delegada L√≠gia Pinto da Silveira Avelar", segundo notici√°rio atrav√©s do Portal Olhar direto.
- A força do dinheiro na vida das pessoas.


WhatsApp Fatal
"Cerca de 25 adolescentes, entre 11 e 17 anos, tiveram fotos nuas e seminuas expostas por meio do aplicativo WhatsApp, na cidade de Juara (634 km de Cuiabá), e algumas já foram parar nas redes sociais. O caso está causando constrangimento a muitos pais, que são de classe média-alta e foram pegos de surpresa com a informação. Algumas garotas já ouvidas pelo CT (Conselho Tutelar) negaram ter exposto a própria fotografia nua. Uma disse que perdeu o cartão de memória do celular, onde estavam algumas fotos. Outra menor alegou que as fotos começaram a ser espalhadas por uma garota que queria se vingar". O assunto, bastante polêmico foi alvo de reportagem de Alexandre Alves, de Sinop.
- Realidades da modernidade.

 

Batendo um Bol√£o
Show de bola os garotos do prof. William Romero que conquistaram a primeira vaga na disputa com Diamantino no basquetebol. A galera em aula no CEC (Centro Educacional Cooperativo) ganhou um intervalo para a merenda e incentivou o time da casa, que pegou embalo e jogou com raça e força para superar o bom time adversário. Mais bacana ainda foi à unidade entre as duas equipes que se respeitaram dentro e fora da quadra. 
- Medalha de ouro para esses garotos sob Jo√£o Pedro Campos, Mathias e grande elenco.


Batendo um Bol√£o II
Temos que aplaudir o prof. Fabiano, que √© o coordenador municipal de Esporte e ainda tem um time de handebol treinado por ele que √© invej√°vel e tem f√£s pela cidade. Uns garotos, ainda ontem (04/11), diziam que foram ali s√≥ para ver a sele√ß√£o de handebol de Nobres. E n√£o foi viagem perdida, os meninos jogaram muito. Treinam seus pupilos, d√£o suporte aos jogos, jogam √°gua, passam o rodo e pano na quadra, esses s√£o William e F√°bio Albuquerque. Poderiam ganhar bem vendendo humildade, mas, antes, preferem demonstrar esse lado √ļtil como exemplo.¬†
- Que tal segui-los no exemplo?

 

Agradecimentos
Até a poucos dias atrás, para ver e conhecer o nosso jornal, só em casinhas de cachorros de madame ou em pinturas de automóveis. Mas, de repente, fomos parar na rede social e a coisa começou a bombar, os acessos aumentaram e tudo que vai aqui repercute lá (no Face). E quando é gente famosa, sendo bem ou mal, é sinal de sucesso. Agradecemos pela preferência e também pela fama repentina, mas ainda estamos longe de pretender superar o patinho feio, e querer ser a Susan Boyle do Tombador. 
- Mas, de qualquer forma, agradecemos ao estilo Roberto Carlos: "Falem bem ou mal, mas falem de mim...".


Ontem
Dias buy propecia passados, quando o sujeito queria ganhar notoriedade na pol√≠tica e ningu√©m sabia o que era rede social, se lembrava: "vamos ali, pagar uma mat√©ria no √ļnico jornal local para ganhar notoriedade e alavancar a nossa campanha". As edi√ß√Ķes est√£o aqui, arquivadas e ao menos um desses nossos detratores de hoje figuram na lista. Tem gente que guarda desde o primeiro at√© o √ļltimo n√ļmero de nossas edi√ß√Ķes e agora, com fama instant√Ęnea, √© preciso dizer que o pre√ßo da publicidade vai subir. Tudo o que sai aqui, repercute l√° e s√≥ nos resta agradecer pelas lembran√ßas.¬†
- Os acessos a esta coluna est√£o simplesmente aumentando. Penhoradamente, agradecemos.


Hoje
Estamos buy priligy online agendando uma entrevista com Devair Valim, ex-prefeito que conhece todos os bastidores da pol√≠tica em Nobres e n√£o costuma poupar ningu√©m. Ser√° o que nos dir√° dos bastidores da campanha pol√≠tica no ido ano de 2.000? Foi pesado o clima pol√≠tico naquele ano e quem era para ser o primeiro, caiu para terceiro, com os n√ļmeros colocando a todos na faixa dos 30% na prefer√™ncia popular. Como eleitor quase cai numa "depr√™" junto com outras pessoas; n√£o era o que eu esperava. Eu entrava pra dentro do quarto e s√≥ chorava, assim permaneci inconsol√°vel.¬†
- Graças, sai dessa e hoje estou em alto astral. Obrigado pela leitura e vamos pra rede... dar uma balançada.

 

Samba de 10 Notas
Vem novidades por aí na área política com muita coisa por acontecer nesta semana que ora se inicia. Tem muita gente evitando falar no assunto, mas o tema será predominantemente decisivo. Tomara que não seja apenas balão de ensaio, mas há muita coisa suspensa no ar, mas nada daquilo que não prevíramos. Alfred Hitchcoch, o mestre do suspense, ficaria abismado com tanto suspense assim. Ninguém fala nada, tudo em silêncio, será?
- Vamos dar uma voltinha ali nos Himalaias e voltamos já... é vapt-vupt; é só o tempo de aprender a ter paciência com a turma de Sidarta Gautama. 


Prodígios
Em Nobres, da noite para o dia, costumam surgir prod√≠gios e verdadeiros fen√īmenos da literatura. Curso de Reda√ß√£o em apenas 24 horas e lan√ßamentos liter√°rios que s√£o realmente fenomenais, com direito a assinatura e at√© mesmo direitos autorais reservados ao autor de assunto pol√≠tico t√£o palpitante. ENEM que a vaca tussa, n√£o √© poss√≠vel acreditar que essa reda√ß√£o t√£o habilmente produzida n√£o seja obra de um tal "ipsis litteris", vinda de longe.¬†¬†
- Uma obra prima da literatura e Nota 10 no ENEM... já no quesito crença: "mais néééééééééémmm..." que foi tu. Fingiremos que acreditamos e continuaremos assim... unha e carne. Eu acisto, tu acistes, ele aciste. Mas quá!

 

Quem é Quem?
Que bonitinho! Você é você? Ele é ele? Você é ele ou ele é você? Afinal, nós, sem família, sem nome e sem sobrenome, importante ou não, precisamos saber quem é você. Em não sendo pai, nem filho, espírito santo que não és. Mas que bonitinho! Não economizar autoelogios, botar alguém para se passar por você e ainda jogar pessoas contra pessoas. Realmente, como diria o inimitável Fernando Collor: "Que patuscada é essa?".
- "Ipsis litteris" seria bem melhor, n√£o? Textualmente e com as mesmas palavras... do verdadeiro autor.
  


Economia Fragilizada
Deu no jornal "O Estad√£o de S√£o Paulo" que: "O setor p√ļblico consolidado apresentou d√©ficit prim√°rio de R$ 9,048 bilh√Ķes em setembro, informou o Banco Central. Este foi o pior resultado para o m√™s da s√©rie hist√≥rica do BC, iniciada em dezembro de 2001. A √ļltima vez que o saldo tinha ficado negativo em setembro foi em 2009, quando a conta fechou deficit√°ria em R$ 5,418 bilh√Ķes. O pior resultado da s√©rie hist√≥rica foi no √ļltimo m√™s de 2008, quando o rombo ficou em R$ 20,951 bilh√Ķes.Em agosto, o resultado j√° havia sido negativo em R$ 432 milh√Ķes. Em setembro do ano passado, houve super√°vit de R$ 1,594 bilh√£o. O resultado, abatido pelo mau desempenho das contas com a Previd√™ncia, foi muito pior que o esperado por analistas. O pagamento do 13¬ļ sal√°rio de aposentados e pensionistas pesou nesta conta e, como avan√ßou sobre setembro, continuou refletindo negativamente, elevando o rombo da Previd√™ncia e o d√©ficit fiscal no m√™s. A meta cheia de super√°vit prim√°rio para este ano era de R$ 155,9 bilh√Ķes, cerca de 3,1% do PIB, mas foi reduzida diante da economia fraca e da elevada ren√ļncia tribut√°ria decorrente das desonera√ß√Ķes".
- A informação teria sido antecipada para que não chegasse à imprensa com impacto ainda maior.


Gente Grande
De acordo com "O Estadão": "A passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por Brasília e suas críticas ao governo Fernando Henrique Cardoso tiveram repercussão em setores da oposição. Ex-presidente do Banco Central de FHC, o economista Gustavo Franco rebateu o petista em sua conta no Facebook dizendo que a "estabilização não foi feita por Lula, mas apesar dele". "Por que não te calas?", escreveu Franco, parodiando o conselho do rei Juan Carlos da Espanha ao ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez". 
-  Franco chamou Lula de "falastrão" e rebateu a crítica à política fiscal dizendo que o País não quebrou, mas sim fez um acordo com o FMI, conforme a notícia.

 

Sem Inadimplência
O TRF da 1¬™ Regi√£o entendeu que n√£o deve ser suspenso o repasse de recursos para o munic√≠pio inscrito em cadastro de inadimplentes. A decis√£o un√Ęnime foi da 6¬™ Turma do Tribunal, ao analisar senten√ßa remetida, para exame, pela 1¬™ Vara Federal do Piau√≠ que, em a√ß√£o movida pelo munic√≠pio de Guadalupe/PI contra a Uni√£o Federal, julgou improcedente o pedido para exclus√£o do munic√≠pio de cadastro de inadimplentes.
- Sendo assim, o jeito é tomar providências, também. 


Sem Inadimplência II
O ente federado consta como inadimplente no Cadastro √önico de Conv√™nios (Cauc), no Sistema Integrado de Administra√ß√£o Financeira (Siafi) e no Cadastro Informativo Municipal (Cadin), em raz√£o de d√©bitos no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e de irregularidades na presta√ß√£o de contas relativas a conv√™nios celebrados com os Minist√©rios da Educa√ß√£o e da Sa√ļde. Tamb√©m lhe s√£o atribu√≠dos d√©bitos relativos a tributos e a contribui√ß√Ķes federais, aplica√ß√Ķes constitucionais referentes √† sa√ļde e √† educa√ß√£o e a n√£o publica√ß√£o do relat√≥rio resumido de execu√ß√£o or√ßament√°ria. O juiz sentenciante entendeu que tais pend√™ncias teriam sido originadas durante o mandato do ex-gestor, mesmo sem qualquer comprova√ß√£o nesse sentido.
- Diz-se que: "A negativa√ß√£o, por√©m, n√£o impede a libera√ß√£o de verbas p√ļblicas para a execu√ß√£o de a√ß√Ķes de educa√ß√£o, sa√ļde e assist√™ncia social,...".

Anonimato
"Os perfis "fakes" est√£o no topo da lista de mentiras", segundo dados apontados pela √ļltima edi√ß√£o do jornal "Folha Universal". A quest√£o √©, quando chegarem ao IP ou ao modo com os "fakes" s√£o criados, muita gente vai ter problemas com a Justi√ßa. O uso indevido da rede social e o anonimato para estabelecer o anarquismo est√° evidenciado no que muitos j√° se acostumaram a ver atrav√©s do grupo "Black Block", que avan√ßa sobre pr√©dios p√ļblicos, terminais de caixas eletr√īnicos e carros de empresas e v√£o quebrando tudo. Dizem que a Pol√≠cia Federal vem monitorando essa gente e a Guarda Nacional vai entrar em a√ß√£o em S√£o Paulo. E olha que n√£o √© dif√≠cil. O governo norte-americano espionou milh√Ķes de brasileiros, seus emails, suas fotos e correspond√™ncias.
- Vem coisa por aí.

 Caiu na Rede
A √ļltima edi√ß√£o da "Folha Universal", distribu√≠da em Nobres, traz uma manchete interessante, com alerta sobre as redes sociais sob o t√≠tulo: "Ca√≠ram na rede sem ser peixe". O tema √© sobre as redes sociais, notadamente o Facebook e o Twytter, onde muito se vende gato como sendo lebre. Veja o que aponta na reportagem a psiquiatra Mar√≠lia Brand√£o, da Associa√ß√£o Mineira de Psiquiatria: "...a internet e as redes sociais favorecem o anonimato e o distanciamento f√≠sico, o que estimula as pessoas a projetarem fantasias e sonhos n√£o realizados". Mesmo determinadas pessoas que se utilizam de nomes reais, n√£o deixam de projetar fantasias e de vestir-se de belas palavras para fantasiar a demagogia. Caem na rede os narcisistas, principalmente, que se exp√Ķem ao extremo e se anunciam como capazes disto e daquilo.
- "O problema é quando as fragilidades ganham mais espaço que a razão", alerta a psiquiatra.


Caiu na Rede II
A "Folha Universal" dedica ao assunto uma grande manchete e disponibiliza tr√™s p√°ginas internas ao assunto e em um dos boxes da mat√©ria assinala que "80% dos usu√°rios do Facebook mentem na rede social para parecer o que n√£o s√£o, diz enquete feita com 2 mil pessoas pelo site brit√Ęnico Sitecopia.com. Os perfis "fakes" est√£o no topo da lista de mentiras. "A falsa felicidade pode ser substitu√≠da por um caminho mais verdadeiro, que v√° al√©m das emo√ß√Ķes superficiais", lembra um membro da igreja. Tem gente que n√£o paga nem a consulta do bicho de estima√ß√£o e posa de gente boa no Face. O sujeito casa, manda fotografar a cerim√īnia e n√£o paga o fot√≥grafo, mas na rede social se apresenta como o bam-bam-bam.
- Well! Isso acontece por aqui e não está na reportagem. Vimos por aí.


Sa√ļde/Cuiab√°
Como respons√°vel pelo sistema p√ļblico de sa√ļde, a Prefeitura de Cuiab√° tenta se livrar de muitos problemas e uma das f√≥rmulas encontradas est√° dando o que falar. √Č a cria√ß√£o da Empresa Cuiabana de Sa√ļde. "Apesar das discuss√Ķes que se afloram com a proposta de cria√ß√£o da Empresa Cuiabana de Sa√ļde, enviada pelo Executivo e j√° aprovada pela C√Ęmara Municipal na tentativa de aprimorar, em favor da vida, os mecanismos de atendimento na sa√ļde p√ļblica municipal, h√° de se ponderar sobre alguns fatos importantes: o Executivo inspira-se no fato de que cuidar da sa√ļde p√ļblica √© uma tarefa que n√£o se pode deixar para depois - √© trabalho para ontem; a preciosidade da vida exige preocupa√ß√£o latente; e o projeto, em sua envergadura, prescreve a ideia de que desburocratizando, ganhando tempo e buscando a excel√™ncia no atendimento chega-se a respostas positivas". Assim escreveu o jornalista Jorge Maciel, o Cear√°, mas de naturalidade maranhense.
- Qual a alternativa que Nobres encontrar√° para contornar a montanha? √Č como diria a hist√≥ria, contada atrav√©s do tempo: "chegar√° uma hora em que a montanha ir√° a Maom√©".

 

Fethab
A partir de janeiro de 2015, metade da arrecada√ß√£o do Fundo de Transporte e Habita√ß√£o do Estado (Fethab) ser√° destinado aos munic√≠pios, para manuten√ß√£o e restaura√ß√£o de rodovias. Em valores projetados para o per√≠odo, s√£o quase R$ 500 milh√Ķes, j√° que a previs√£o de receita do Fethab para 2015 √© de no m√≠nimo R$ 985 milh√Ķes. √Č o que determina a altera√ß√£o na Lei 7.163/2000, que criou o Fethab, aprovada em primeira vota√ß√£o pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na sess√£o matutina desta quarta-feira (30/10). Originalmente o projeto √© de iniciativa do deputado estadual Jos√© Riva (PSD), mas emendas de alguns deputados, como Z√© Domingos Fraga (PSD), transferiu a autoria para o Col√©gio de L√≠deres.
- Menos mal.

 

 

Em Defesa
O suplente de vereador, Nilson Filho, nobrense de primeira hora, saiu em defesa da sua cidade contra postagens ap√≥crifas de pessoas que se encontram h√° centenas de quil√īmetros longe de Nobres e dando "consulta" administrativa por telepatia. Felizmente, h√° casos em que o reserva se mostra melhor que certos titulares. A defesa da cidade e do munic√≠pio como um todo √© papel de todos os que aqui vivem. Quem mora aqui e que conhece a realidade local n√£o segue pedindo s√≥ aplausos a atual administra√ß√£o e conhecem dos fatos porque est√£o aqui, cotidianamente, passando bons e maus peda√ßos, mas est√£o aqui.
- Ah! Se houvesse rodízio no Parlamento, que bom seria.


Em Defesa II
Enquanto nobrense, na qualidade de radialista e de suplente de vereador, ao inv√©s de dar corda a certos aventureiros, Nilson Filho resolveu "peitar" aqueles coment√°rios meramente controversos e aqu√©m da realidade que todos vivem aqui. Exemplo disso foi um coment√°rio inaproveit√°vel sobre um jantar de professores, quando l√° de longe se disse que era isto ou aquilo. Na verdade, o que aconteceu foi um jantar de confraterniza√ß√£o entre os profissionais da educa√ß√£o e uma oportunidade para descontra√ß√£o entre aqueles que d√£o duro e lutam o ano inteiro. N√£o se falava em nenhuma reivindica√ß√£o salarial como disse o comentarista √† dist√Ęncia.
- Há que se tirar o chapéu ao radialista pela sua postura na rede social. Ele vai ficar sozinho nessa empreitada?

Last Updated ( Monday, 23 December 2013 13:28 )

 

Uma pendenga de duas décadas

Quando a jovem professora Jenic√©lia Cruz mencionou, durante a audi√™ncia p√ļblica realizada na C√Ęmara de Vereadores, que j√° era hora de se acabar com isso, nada mais era que a voz da experi√™ncia diante de um problema que teve in√≠cio, provavelmen







Anivers√°rios e aniversariantes

Anivers√°rios e aniversariantes
Read more...

Uma Caixa e as aves de mau agouro

O retorno de uma unidade da Caixa Econ√īmica Federal para a cidade de Nobres reflete bem o momento porque passa o munic√≠pio, com os empres√°rios locais investindo pesado em moradia e a constru√ß√£o civil em alta. √Č uma conquista do povo de Nobres e





Buono Chef

Buono Chef

Institui√ß√Ķes decadentes?

O pessimismo que toma conta da popula√ß√£o brasileira em rela√ß√£o √† pr√°tica pol√≠tica "profissional" toma propor√ß√Ķes de absoluto ressentimento popular, visto a olho nu nas manifesta√ß√Ķes sociais que eclodem pelo Pa√≠s. P√©ssimos governos pratic










Trincheira XXXV

Selo Unicef
Vinte e nove munic√≠pios mato-grossenses assinaram o Termo de Ades√£o ao Selo Unicef Munic√≠pio Aprovado Edi√ß√£o 2013 ‚Äď 2016. A solenidade de lan√ßamento do Selo foi realizada na sexta-feira (25/10) no audit√≥rio da Associa√ß√£o Mato-gr






















































































































































































































Last Updated ( Saturday, 26 October 2013 12:20 )

√Āgua e desabastecimento

Da localidade de Bom Jardim vem os primeiros clamores sobre falta d'água em muitos imóveis de ruas mais afastadas do ponto inicial de abastecimento, onde se encontra instalado o reservatório de água. O crescimento populacional da Vila de Bom Jard







buy levitra Nem melhor e nem pior

Ao completar 23 anos de história, o jornal "Tribuna de Nobres", vez por outra, tem sido atacado por determinadas pessoas e seus arroubos de ética, como se aqui praticássemos o pior jornalismo de Mato Grosso, seja marrom, verde, amarelo ou de todos






Page 10 of 36

TRINCHEIRA LII

Bastidores da Pol√≠tica H√° quem diga que o ex-prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tenha sa√≠do de cena ap√≥s o dia 31 de dezembro de 2016. Muito se tem ouvido falar sobre a sua perman√™ncia na milit√Ęncia pol√≠tica, segundo seus amigos mais pr√≥ximos. Onde h√° fuma√ßa √© porque j√° houve fogo. Mas √© qu

Persistência e desigualdade

Como fazer para reverter á desigualdade na luta contra os crimes ambientais nos rios de Nobres? A pergunta faz sentido na medida em que se sabe e se vem percebendo que o Rotary Club de Nobres vem insistindo na preservação e em muitos trechos na recuperação da mata ciliar dos rios Nobres e Serra