You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

17/12/2017
Tamanho clomid online do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas

Colunas

Crimes sem solução?

De 50 mil homic√≠dios ocorridos no pa√≠s por ano, apenas quatro mil (8%) t√™m o autor descoberto e preso. A estimativa √© de Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador da pesquisa Mapas da Viol√™ncia com dados de 2011, divulgada pelo Minist√©rio da Justi√ßa. S√£o pelo menos cem mil assassinatos sem solu√ß√£o no Brasil at√© 2007 ‚ÄĒ e muitos j√° prescritos dentro do prazo de 20 anos previsto pelo C√≥digo Penal Brasileiro ‚ÄĒ, segundo o Conselho Nacional do Minist√©rio P√ļblico (CNMP). Isso, de acordo com a reportagem √© do jornalista C√°ssio Bruno, do jornalO Globo, buy levitra online naquele per√≠odo, ou seja, h√° 06 anos atr√°s.

Especialistas apontam uma s√©rie de fatores que prejudicam o esclarecimento dos homic√≠dios: o sucateamento das delegacias; a falta de infraestrutura das pol√≠cias t√©cnicas nos estados para obten√ß√£o de provas; o d√©ficit do n√ļmero de investigadores; e a burocracia, al√©m da n√£o integra√ß√£o entre delegados, promotores e a Justi√ßa no andamento dos inqu√©ritos.

‚ÄúO Brasil n√£o tem uma estrutura de seguran√ßa p√ļblica formada. N√£o h√° um sistema nacional integrado para o tema. H√° uma resist√™ncia grande em abrir a caixa-preta da criminalidade no pa√≠s‚ÄĚ, avaliam os estudiosos.

Em raz√£o desses dados t√©cnicos, levantados a partir de pessoas que acompanham os n√ļmeros da viol√™ncia, o cen√°rio √© desolador para muitas fam√≠lias e satisfaz a alguns poucos no que se refere √† impunidade.

E onde n√£o h√° a presen√ßa de delegados permanentes nas delegacias? Os n√ļmeros levantados n√£o consideram os fatos que levam ao desinteresse, ao desest√≠mulo e √† falta de vontade em investigar por parte de policiais que avaliam antecipadamente os crimes, seus poss√≠veis autores e, principalmente, quem eram as v√≠timas. No jarg√£o da viol√™ncia, tem-se que haja coment√°rios que dizem: ‚Äúj√° foi tarde‚ÄĚ.

A buy priligy online sociedade que paga os seus impostos n√£o pode (e n√£o deve!) se acomodar com o descaso ante as necess√°rias investiga√ß√Ķes e elucida√ß√Ķes dos crimes que ocorrem. √Č alto o pre√ßo que se paga em impostos para as poucas respostas existentes e que formam os n√ļmeros da viol√™ncia, aqui, l√° ou acol√°.

No munic√≠pio de Nobres esses dados se assemelham aos das estat√≠sticas estadual e nacional, guardadas as propor√ß√Ķes demogr√°ficas, e que precisam merecer maior aten√ß√£o dos poderes, de forma que os organismos da seguran√ßa p√ļblica n√£o sigam as suas atividades ao bel prazer de uns e contra a vontade da maioria.

Até porque, se todos são iguais perante a lei, por que grassa a impunidade? E o mal ainda se torna maior quando os corpos das vítimas são vilipendiados ao serem espalhados pelas redes sociais, levando-se em alta conta a longa espera pela presença da Polícia Técnica, fazendo com que a família sofra com a exposição demasiada do corpo.

Paga-se para nascer, paga-se muito mais para viver e para morrer o pre√ßo pago √© a desmoraliza√ß√£o p√ļblica por conta do vilipendio de cad√°ver e da longa espera para o recolhimento dos restos mortais.

 

Dialogar é preciso

A administra√ß√£o do prefeito Leocir Hanel (PSDB) est√° entrando na fase da necessidade urgente de se ‚Äúdiscutir a rela√ß√£o‚ÄĚ com os setores diversos da sociedade, antes que o prazo de validade da paci√™ncia ven√ßa. √Č tempo de buscar estreitar a

Decis√£o equilibrada

Ainda buy kamagra online que ele (o prefeito) n√£o perceba, a tomada de decis√£o pela perman√™ncia do secret√°rio municipal de Infraestrutura, Beto Valandro (PSDB) demonstra que o chefe do Executivo tem posi√ß√Ķes claras e n√£o aceita interfer√™ncia em seu governo. √Č

TRINCHEIRA LI

Enquadrando

Durante a sess√£o ordin√°ria da C√Ęmara de Vereadores, o chefe de Gabinete, Marcos Cheba, foi alvo de muitas reclama√ß√Ķes, principalmente, quando a vereadora Zilmai ‚Äúenquadrou‚ÄĚ a secret√°ria municipal de Sa√ļde e Cheba teve que ouvir.

Last Updated ( Tuesday, 04 July 2017 22:03 )

Percep√ß√Ķes tardias

B.F. de Souza

O município de Nobres tem buscado seu espaço dentro do cenário turístico nacional desde os tempos em que foi criada a primeira pasta de Turismo, na gestão do então prefeito Devair Valim de Melo (1997/2000), ocupada pelo pioneiro e

M√£o e contram√£o

Em alguns municípios do violento e conturbado Estado do Rio de Janeiro e também em municípios do interior de São Paulo, já chegou até oito meses de repasses em atraso a essas unidades municipais que ameaçam devolver as denominadas UPA’s ao e

Ciclo findando

A atual administração está com os dias contados e contando os dias para o fechamento de um ciclo que durou quatro anos. Faltam poucos dias, mas o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan já começa a ser homenageado por aqueles com quem trabalhou nesse pe

Olhar Social

E lá se foram alguns anos, consumidos pelo tempo, até que o setor privado voltasse a devotar respeito para com o município de Nobres, readquirindo a confiança perdida em idos anos.

Em 1.998, após uma descoberta grave feita por um vereador, que de

Competitividade irreal

Um setor que passa por maus momentos √© o da constru√ß√£o, desde as micro, pequenas, m√©dias e grandes empreiteiras. As causas s√£o muitas e v√£o desde o descaso dos governos com o estabelecimento de um calend√°rio de pagamento, passando pela corrup√

Page 2 of 36

TRINCHEIRA LII

Cedo Ainda? A verdade é que já começa a causar reboliço essa conversa de que Marcos Cheba possa ser um virtual candidato ao Legislativo em 2020. Mas já há comentários nesse sentido, levando-se em conta esse seu papel de liderança junto ao governo municipal. Será mesmo? Isso não é incomodan

Persistência e desigualdade

Como fazer para reverter á desigualdade na luta contra os crimes ambientais nos rios de Nobres? A pergunta faz sentido na medida em que se sabe e se vem percebendo que o Rotary Club de Nobres vem insistindo na preservação e em muitos trechos na recuperação da mata ciliar dos rios Nobres e Serra