You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

23/11/2017
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas

Colunas

Velhos clichês em desuso

Os bons exemplos, quando eles ocorrem de cima para baixo, acabam gerando bons frutos, mesmo em situa√ß√Ķes e cen√°rios onde a cultura ainda √© arraigada e com forte apelo √† mesmice. Nos munic√≠pios mato-grossenses e em algumas cidades onde os h√°bitos parecem imut√°veis, algumas realidades tendem a mudar velhos conceitos.

A elei√ß√£o do governador Pedro Taques, ainda que ele n√£o tenha sido eleito por 100% dos eleitores mato-grossenses, acaba por criar fortes tend√™ncias a mudan√ßas de conceitua√ß√£o atrav√©s dos investimentos p√ļblicos em informa√ß√£o, com atitudes corajosas e reflexos positivos na comunidade.

O combate à corrupção e o investimento forte em infraestrutura turística e na logística de transporte trazem novo alento aos municípios interioranos. Neste particular, da infraestrutura turística, o município de Nobres está sendo beneficiado com as iniciativas do Governo Federal, estadual e com menor parte dos recursos próprios municipais.

A liga√ß√£o da cidade de Nobres com os principais atrativos tur√≠sticos na zona rural, pela via pavimentada da MT-241, permite que o mun√≠cipe da zona rural e vice versa percorra uma mesma dist√Ęncia em menor tempo e realize seus afazeres, l√° e c√°, com tranquilidade.

A atividade turística ganha com isso e os empresários do setor só esperam pela titulação das suas respectivas áreas para maiores investimentos e o início de uma corrida imobiliária naquela região.

Com a chegada da luz el√©trica, est√≥rias criadas pelo imagin√°rio popular foram clareadas e hoje s√≥ fazem parte do folclore, entre as quais, a mula-sem-cabe√ßa, o p√©-de-garrafa, os tais ‚Äėminhoc√Ķes‚Äô que povoavam os contos ilus√≥rios do passado.

Da mesma forma, com atitude e a√ß√Ķes s√©rias e respons√°veis, velhos tabus v√£o caindo em Nobres. As chamadas obras ‚Äúenterradas‚ÄĚ e impercept√≠veis que n√£o eram realizadas por n√£o render votos, ainda hoje s√£o criticadas e ironizadas, exatamente pela tentativa de algumas poucas pessoas, de se manterem presas ao passado.

As obras de infraestrutura urbana s√£o um sonho de muitas cidades brasileiras, inclusive da capital mais rica do Pa√≠s, que √© S√£o Paulo, onde os alagamentos, inunda√ß√Ķes e enxurradas s√£o constantes.

Através de um trabalho árduo e da visão de futuro que teve a equipe da administração municipal, um projeto abandonado e esquecido num canto qualquer de um computador em 2012, acabou por se tornar um achado importante, resgatado pelo engenheiro civil Ivano Balena, pelo secretário Cleber e equipe do governo municipal.

A infraestrutura tur√≠stica que hoje j√° √© uma realidade, com as obras em andamento, em tempos idos, foi abandonada pela administra√ß√£o anterior e se tornou um achado importante e hist√≥rico na atualidade. √ā¬†√ā¬†

Ent√£o, com o advento da luz, as trevas v√£o sendo dissipadas e os conceitos ant√≠podas v√£o se tornando cada vez mais distante da realidade atual e da urgente necessidade de se ter uma nova vis√£o de cidade, tornando-a, por a√ß√Ķes pol√≠ticas e administrativas das diferentes esferas de governo, cada vez mais atualizada.

A forte tend√™ncia √© a de que campo e cidade se aproximem e, futuramente, sejamos apenas um aglomerado urbano, com problemas e solu√ß√Ķes em seu cotidiano.

Mas buy kamagra isso √© coisa do amanh√£. E o que temos para hoje √© a luz vencendo a treva.√ā¬†

 

O papel do Legislativo

Muitos questionam a atividade parlamentar nos munic√≠pios, onde se diz que o ‚Äúvereador n√£o faz nada‚ÄĚ. Certa vez, durante reuni√£o de fundo quintal, um parlamentar estadual, hoje federal, disse que a atividade do parlamentar ‚Äú√© um mal necess√°

O começo do fim?

A atual administra√ß√£o municipal, que teve in√≠cio em janeiro de 2013, est√° chegando ao fim. 2016 √© o √ļltimo ano do come√ßo de uma administra√ß√£o que enfrenta os sobressaltos econ√īmicos estabelecidos a partir da economia mundial e pelos rescald









Elo de solu√ß√Ķes

Os interesses de Rosário Oeste e de Nobres se confundem e há muito mais coisas em comum que esses dois municípios precisam compartilhar em face da proximidade e pela relação de vizinhança. Uma política de boa vizinhança vem sendo pregada pelo

Obra paralisada e descaso

Já passava da hora de o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tomar uma atitude em relação ao descaso com que o Ministério do Turismo vem tratando a administração municipal de Nobres. Tantos os empecilhos para o resgate de um convênio formalizado na








Respeito ao povo rural

As a√ß√Ķes desenvolvidas na zona rural, no que dependa da participa√ß√£o do setor p√ļblico municipal, est√£o dentro dos par√Ęmetros estabelecidos pela administra√ß√£o municipal. Nunca o setor rural recebeu tamanha e tanta aten√ß√£o de uma gest√£o p√ļ

A droga roubando a puberdade

Para os mais frios e habituados com os dados estatísticos, esse foi mais um caso a acrescentar na lista das vítimas das drogas. Para a família da jovem morta por esganadura em Nobres, foi e ainda é a perda irreparável de uma ainda menina e já t

TRINCHEIRA XLIV

Batendo à Porta

Integrantes buy levitra da CPI da Sonega√ß√£o Fiscal foram parar em um endere√ßo onde, supostamente, funcionaria uma empresa que opera com gr√£os do famoso mercado de ‚Äúcommodities‚ÄĚ do agroneg√≥cio ‚Äúda China‚ÄĚ. Eis que os deputados estaduai



































































































































buy clomid Last Updated ( Wednesday, 03 February 2016 18:55 )

De louco...

‚ÄúDizem que de louco todo mundo tem um pouco‚ÄĚ, segundo Augusto Branco. Como nem sempre √© poss√≠vel ganhar notoriedade por assumir posturas normais e ter atitudes iguais a de todo mundo, o cidad√£o tira uma onda de louco e produz o que lhe vem √†

Page 5 of 36

TRINCHEIRA LII

Bastidores da Pol√≠tica H√° quem diga que o ex-prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tenha sa√≠do de cena ap√≥s o dia 31 de dezembro de 2016. Muito se tem ouvido falar sobre a sua perman√™ncia na milit√Ęncia pol√≠tica, segundo seus amigos mais pr√≥ximos. Onde h√° fuma√ßa √© porque j√° houve fogo. Mas √© qu

Persistência e desigualdade

Como fazer para reverter á desigualdade na luta contra os crimes ambientais nos rios de Nobres? A pergunta faz sentido na medida em que se sabe e se vem percebendo que o Rotary Club de Nobres vem insistindo na preservação e em muitos trechos na recuperação da mata ciliar dos rios Nobres e Serra