You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

20/01/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Trincheira

Trincheira

Trincheira XXXVIII

Maior da História

A julgar pela sequ√™ncia dos fatos e dos elementos que v√£o sendo juntados no intrincado quebra cabe√ßas, a Opera√ß√£o Ararath pode se tornar o maior esc√Ęndalo financeiro da hist√≥ria de Mato Grosso. E olha que j√° houve casos escabrosos neste estado, como a fal√™ncia do Bemat, com a m√£ozinha de certos pol√≠ticos, alguns, at√© hoje na ativa e com pinta de bons samaritanos. O Caso Matoveg, de cujas investiga√ß√Ķes participou o ent√£o deputado estadual Cec√≠lio de Jesus Gaeta, tamb√©m e proporcionalmente, n√£o foi uma coisinha qualquer e envolvia at√© gente francesa na parada. Aonde √© hoje o Shopping F√≥rmula, no antigo Morro Vermelho, hoje, avenida da FEB, seria instalada a f√°brica de √≥leo de baba√ßu que fez "criar pernas" em milh√Ķes de cruzeiros do povo mato-grossense. Depois disso, o Bemat entrou em colapso financeiro at√© desaparecer do mapa. E o Hospital Central de Cuiab√°? E a constru√ß√£o da sede da Assembl√©ia, que perecia ao sabor das intemp√©ries do tempo?

 

- Quem paga essa conta até hoje são os contribuintes. Quem tem hoje ao menos 40 anos, nem se lembra dessa roubalheira toda no Bemat.

 

Histórias das Histórias

 

Apanhe a√≠ uma calculadora de muitos d√≠gitos para enumerar os casos de roubalheira no Brasil a partir de Bras√≠lia. Paulo Ricardo e a sua R√°dio Pirata j√° cantavam sobre o Caso Morel, Coroa Brastel, depois vieram os An√Ķes do Or√ßamento; os "taj mahal" erguidos pelo juiz Lalau, do TRT; os desvios de recursos do INSS; al√©m destes, todo dia em qualquer canto do Brasil surgem esquemas menores sobre Bolsa Fam√≠lia; Seguro Desemprego e casos de deputados que tomariam dinheiro no Banco do Brasil e n√£o pagariam, segundo a Revista Veja. Ent√£o, o Brasil √© uma na√ß√£o possante e capaz de suportar tantos trancos e desvios financeiros, se mantendo em p√© gra√ßas ao seu povo.

 

- Mas aqui tem futebol, o ópio das massas. Simbora Brasil, a Petrobrás é nossa! Conhece dona Dina, aquela que passa ferro... passa dina!?

 

Histórias Caseiras

 

Em Nobres, muita gente boa, que tira uma onda de bacana por a√≠, tamb√©m tem l√° seus pecados a contar em rela√ß√£o ao "berer√©", o tal vil metal que de vil n√£o tem nada. Aqui em Nobres, se se levantar fatos envolvendo desvio de dinheiro p√ļblico, seria de fazer esquim√≥ arrepiar de frio. Escrever um livro sobre tais fatos, reservem a√≠ ao menos 500 p√°ginas e deixem 100 p√°ginas para os casos fortuitos. E o pior, ainda tem gente que tira uma onda de o √ļltimo dos abencerragem. H√° um tempo para tudo e a prova est√° no Muro de Berlim, tombado h√° muitos anos. Seria o Tempo do Apocalipse? "Ele por√° os bons a sua direita e os outros, √† esquerda. Depois ele dir√° aos que estiverem √° sua esquerda, afastem-se de mim, voc√™s que est√£o debaixo da maldi√ß√£o de Deus! V√£o para o fogo eterno; Apocalipse 20.11-15.

 

- Como o julgamento ainda n√£o veio...

 

Candidatos Sumidos

O clima pol√≠tico anda t√£o tenso em MT, que n√£o se v√™ falar em nomes para deputado estadual. √Č √≥bvio, tudo come√ßa ap√≥s as conven√ß√Ķes e isso √© t√£o √≥bvio quanto saber que j√° h√° uma lista pronta de candidat√°veis em cada partido, salvo os partidos pequenos, onde a quantidade de candidat√°veis √© menor. Mas, relevante, mesmo, vai ser quem vai querer encarar a parada daqui pra frente, ap√≥s a conex√£o da Arca de No√© pelo Monte Ararath. Pois n√£o √© que guarda l√° suas semelhan√ßas e um certo cord√£o umbilical as opera√ß√Ķes realizadas, conforme a colunista social Karina Nogueira e a imprensa da capital. Quem ser√£o os candidatos a deputado estadual nestas elei√ß√Ķes? Pela primeira vez, v√£o sobrar cabos eleitorais e faltar candidatos; e se tiver dinheiro na parada, a√≠ sim, que o risco vai ser grande. Ser√° por que, esse nome, Papuda, dado ao pres√≠dio?

- Em Cuiab√°, no jogo de truco, quando sai uma carta boa, um "√°s de ouro" em lavanderia, algu√©m diz: "Tom√ī, papuda!"

Di√°rio de Bordo

S√≥ de pensar, isso j√° tira o sono, de como eram as viagens de Marco Polo, de Gulliver, de Pedro Alvares Cabral, de Crist√≥v√£o Colombo pelo mundo afora, naqueles navios, mais lentos que apura√ß√£o de crime do colarinho do branco. Os pequenos trajetos percorridos hoje, em carros bem mais modernos que aquelas aludidas "carro√ßas" de que Collor falava quando era rei, s√£o bem mais animados. √Č como algu√©m j√° disse, por a√≠: "Ainda bem que existem outras pessoas e outros lugares...", o tal do zap-zap para a gente se entreter no trecho e ainda a revela√ß√£o de algumas passagens da vida cotidiana dos passageiros. S√£o tantas coisas contadas pelo caminho, desde aquelas inc√īmodas mensagens enviadas a contragosto (e bota contragosto nisso!) do destino final. Deve ser chato, receber mensagem de SMS contendo uma cantada. Mais chato ainda, quando j√° se tem aquele "cara", com roupas reluzentes, que se espera muito pela chegada dele, montado em seu "White Horse". √Č de deixar qualquer um(a) abalado(a) psicologicamente.

- S√£o Crist√≥v√£o Colombo que nos livre dessas mensagens, mal dirigidas. √Č como diria o Roupa Nova: "Linda, voc√™ me fascina...", que falta de originalidade o pl√°gio. Vamos trabalhar?¬†¬†

Visitando Nobres

O que faria uma equipe de auditores do TCE-MT em Nobres, na sede do Legislativo? A informa√ß√£o espalhou feito um rastilho de p√≥lvora por "Greenville" e localidades perif√©ricas. O mais importante √© n√£o sofrer de ins√īnia antes da hora e aguardar pelo que vem por a√≠. Madre de Dios! L√° vem novidade ou ser√° coisa requentada? Nada de roer as unhas, deixemos a curiosidade pendurada atr√°s da porta e aguardemos. Mas...

- ...bamo que bamo.

A Lei Org√Ęnica e a Constitui√ß√£o Federal

Com rela√ß√£o ao que ocorreu nas vezes anteriores, em que uma conta reprovada pelo TCE-MT teve aprova√ß√£o da C√Ęmara de Vereadores, esta deve ser com aval de 2/3 do colegiado de vereadores. Na noite de 30 de maio de 2014, apesar do placar de 6 a 5 contra o parecer do TCE-MT, o Parecer Contr√°rio da Egr√©gia Corte de Contas fica mantido. "N√£o se discute que, no √Ęmbito municipal, cabe √† Lei Org√Ęnica e ao Regimento Interno da C√Ęmara Municipal a tarefa de fixar as normas a serem cumpridas pelo legislativo. Entretanto, por outro lado, n√£o h√° que se discutir, tamb√©m, que tais normas n√£o podem se afastar dos chamados Princ√≠pios Constitucionais. Por exemplo, a aprova√ß√£o de emendas √† Lei Org√Ęnica somente poder√° ocorrer por meio de voto de pelo menos 2/3 da totalidade dos Vereadores. A exig√™ncia do quorum de 2/3 vem do artigo 29 da Constitui√ß√£o Federal e por isso n√£o pode o legislador municipal alter√°-lo, quando dispuser sobre a mat√©ria, na Lei Org√Ęnica Municipal. Da mesma forma ocorre com as contas do executivo municipal. A CF exige, tamb√©m, quorum qualificado de 2/3 para rejei√ß√£o, pela C√Ęmara, do parecer pr√©vio exarado pelo √≥rg√£o de Contas competente".¬†¬†

- √Č o que diz o advogado Nelson de Medeiros Teixeira, cujo texto est√° na internet, consoante a Constitui√ß√£o Federal.

Sobre o TCE-MT

¬†"A fun√ß√£o do Tribunal de Contas √© de suma import√Ęncia no contexto da Administra√ß√£o P√ļblica . Constitui-se de auditorias ordin√°rias, assim entendido, as auditorias de rotina pr√©-estabelecidas, e executadas pelas Controladorias T√©cnicas objetivando verificar a legitimidade, legalidade dos atos cont√°beis, financeiros, or√ßament√°rios e patrimoniais dos Tr√™s Poderes. Nas contas do Executivo Municipal ele emite um Parecer que, por for√ßa de h√°bito, rotulou-se de pr√©vio quando, na verdade, tal parecer √©, tecnicamente, um parecer que o vincula √† aprova√ß√£o ou n√£o das contas. Tanto que seu conte√ļdo somente deixa de prevalecer se o Legislativo se manifestar, por vota√ß√£o de 2/3 de sua totalidade, em contr√°rio e desde que o ato administrativo que assim entender venha devidamente acompanhado de argumentos t√©cnicos que possam contradizer o contido no parecer", diz o texto jur√≠dico.

- Portanto, quem comemorou o resultado de 6 a 5, equivocou-se e demonstrou estar por fora da legislação.

Lamentos
Apesar de não conseguir derrubar o Parecer do TCE-MT, os seis votos favoráveis ao ex governista deixou muita gente indignada na noite de 30 de maio. Pessoas deixaram o Parlamento balbuciando cobras e lagartos, com alguns escalando os nomes que votaram favoráveis a tudo o que ocorreu em 2012, incluindo-se no processado, a devolução de R$ 1.400.000,00. Curioso, mesmo, é que nenhum daqueles que incentivaram o ex-prefeito a ir à reeleição não apareceu para solidarizar-se com o companheiro de outrora. Teve um secretário, à época, em 2012, que se encarregou de divulgar através do boca a boca que: "O Zé Carlos não ganha à eleição". Em maio de 2012, mesmo sabendo desse mau presságio, o então prefeito preferiu manter o "adivinho" no poder. Deu no que deu.

- Passada a elei√ß√£o, finalmente, todos constaram que realmente havia uma "cegueira" geral dentro do governo, cujo an√ļncio foi feito em maio de 2010 atrav√©s de panfletagem.

Conspiração

¬†Um grupo bastante atuante dentro da Prefeitura de Nobres desde que o novo governo se instalou a partir de janeiro de 2.009, foi respons√°vel pela tese da conspira√ß√£o contra o grupo que ajudou a eleger o ent√£o prefeito. Sen√£o vejamos, se tudo andava errado at√© a conspira√ß√£o, como o governo teve tr√™s contas aprovadas? Por que a reprova√ß√£o da terceira e √ļltima conta, depois que aportou em Nobres um "mago" em finan√ßas? Como manter no governo um secret√°rio que anunciava aos quatro ventos que o prefeito n√£o ganharia a reelei√ß√£o? Como o autor de um panfleto contra o governo poderia se manter no governo? Ah! O panfleto ajudou na desagrega√ß√£o e na tese conspirat√≥ria?

- Perdeu fora de casa e em casa tinha a obrigação de ganhar de 8 a 3 e o jogo terminou em 6 a 5... está fora da competição. E os amigos, os "conselheiros" da indução a um segundo mandato? Donde estás?

Momento Decisivo

A C√Ęmara Municipal de Nobres estar√° reunida hoje √† noite, em sess√£o espec√≠fica, para votar as Contas de Gest√£o do ex-prefeito Jos√© Carlos da Silva (PP), que precisaria de oito votos favor√°veis para a aprova√ß√£o do que o TCE-MT j√° reprovou. O placar pr√≥ ou contra ser√° decisivo para que o colegiado de vereadores angarie ou n√£o a confian√ßa popular. O ano de 2014, al√©m da Copa do Mundo, tem sido decisivo para a sociedade mato-grossense atrav√©s das a√ß√Ķes de depura√ß√£o que est√£o acontecendo em rela√ß√£o √†queles que est√£o no poder h√° anos. O munic√≠pio de Nobres tamb√©m tem a oportunidade de passar a r√©gua em certas situa√ß√Ķes e n√£o h√° como usar dois pesos e duas medidas hoje e nas decis√Ķes pr√≥ximas que ter√° que tomar em dias futuros.

- √Č pegar ou largar.

Rela√ß√Ķes Incestuosas¬†

O sistema p√ļblico de sa√ļde do munic√≠pio de Cuiab√° e quem sabe de V√°rzea Grande, precisa ser passado a limpo, tamb√©m. O MPE (Minist√©rio P√ļblico Estadual) precisa "escutar", literalmente, como pacientes hospitalizados no PS seriam encaminhados para atendimento no setor privado. At√© aonde se comenta, o setor de ortopedia e traumatologia estaria na cabeceira dos interesses privados. N√£o bastasse isso, a sa√ļde p√ļblica √© exercida atrav√©s do clientelismo pol√≠tico que come√ßaria a partir dos munic√≠pios, onde algumas regalias s√£o concedidas em troca de apoio pol√≠tico. De um lado, o TSE divulga campanha publicit√°ria alertando sobre como o eleitor tem que evitar de vender o seu voto; de outra parte, o que representaria o clientelismo pol√≠tico?

- Quem investiga isso? Ou n√£o haveria interesse nesse setor? E o TRE, o que faz para ver essa quest√£o?

Por√Ķes F√©tidos

A quinta fase da Opera√ß√£o Ararath destrinchou os por√Ķes do poder e atrav√©s da imprensa tem vasado os odores da pol√≠tica mato-grossense, em alguns casos, com "cheiros" aceit√°veis e outros n√£o; com fundos de verdade e muitas meias-verdades at√© que tudo se acalme. Resta saber quando vai se acalmar quando se fala na possibilidade da fase seis? No quinto cap√≠tulo, coincid√™ncias com a vida real levada pelos "capos" nos anos de 1920 na velha Chicago e algumas semelhan√ßas com o folclore tupiniquim, onde se pode vislumbrar personagens como "Saci Perer√™"; a "Mula-Sem-Cabe√ßa", ali√°s, uma mula com trejeitos de drag√£o de muitas cabe√ßas e at√© o "P√©-de-Garrafa"; o "Boi-Tat√°", de muitas hist√≥rias; o "Minhoc√£o do Pari", aquela coisa gigantesca que se erguia do at√© ent√£o n√£o polu√≠do Rio Cuiab√° para "abocanhar" o or√ßamento p√ļblico e deixar a popula√ß√£o √† merc√™ da judicializa√ß√£o da sa√ļde p√ļblica.

- Na verdade, o nome correto da operação bem que poderia ser "Exumação de Morto Recente". Será que exala odor aceitável?

Por√Ķes F√©tidos II¬†

√Āvidos pelo sexto cap√≠tulo, muitos jornalistas se vangloriam pelo n√ļmero de acessos conquistados no acompanhamento da fase 5. Mas a pergunta √©: "isso acaba aqui, ap√≥s todos os cap√≠tulos da Opera√ß√£o Ararath?". √Č como diria aquele economista da primeira turma de "cdf's", craque em n√ļmeros: "Como pode um caminhoneiro, que dirigia um velho 'Fenem√™', se tornar o homem mais rico de um estado em apenas 20 anos?". Assim como o J√ī Soares, um economista do primeiro time, avantajado lateralmente, Delfim Neto, tem muitos f√£s e j√° foi ministro da Fazenda e nem ele acreditaria em milagres econ√īmicos assim. F√°bulas aqui e acol√°, pois n√£o √© que o Saci Perer√™ parece ter existido, mesmo? L√° em Barra do Gar√ßas, segundo a imprensa que anda "bombando" com tais not√≠cias, Saci Perer√™ teria gasto "aufa" de dinheiro; melhor dizendo, colocado em contas por l√°.

- Enquanto isso, o pobre do contribuinte mal consegue comprar uma "vaga" no Cemitério Parque Cuiabá. E se não pagar, a ossada sai da gaveta.

Amigos à Parte

O lan√ßamento do "Voucher" √önico, previsto para 1¬ļ de junho do ano em curso, teve o seu lan√ßamento e in√≠cio de prazo de validade adiado para meados de junho sob alega√ß√£o de falta de adequa√ß√£o das empresas e ag√™ncias ligadas ao trade tur√≠stico. Na verdade, o "voucher" n√£o interessaria a empres√°rio nenhum do setor e o mais importante √© faturar alto e atirar todos os problemas estruturais e vi√°rios do munic√≠pio para cima do setor p√ļblico. Mas quando se fala em pagar imposto, no outro dia j√° querem estradas arrumadas, como ficou claro na reuni√£o. E tem empres√°rio que diz n√£o crer na atual administra√ß√£o, mas nos bastidores muda o estilo. Na verdade, o trade tur√≠stico em Nobres padece da falta de confian√ßa entre os pr√≥prios empres√°rios e h√° casos em que se olha apenas para o pr√≥prio umbigo e no geral que se danem, pensariam um e outro.

- Existe uma dist√Ęncia abissal entre as decis√Ķes administrativas do COMTUR e a necessidade de aplica√ß√£o da lei tribut√°ria por parte do setor p√ļblico.

Amigos à Parte II 

Quando √© para criticar e para atirar farpas sobre os administradores, eis que ningu√©m se lembra do IPTU, que apresenta elevado grau de inadimpl√™ncia, e n√£o √© de hoje. O "voucher" sempre sofreu de falta de interesse pela sua implanta√ß√£o, mas as cr√≠ticas que s√£o disparadas contra os gestores, de ontem e de hoje, com certa const√Ęncia na rede social e at√© por tr√°s como ocorre com certos empres√°rios em Bom Jardim, dados a tecer cr√≠ticas por tr√°s. Recentemente, at√© um certo engenheiro de uma certa empreiteira que se encontra em Nobres tem criticado diretamente a pessoa do prefeito e n√£o o prefeito, e ainda a popula√ß√£o de Nobres. Muita gente fala do que n√£o sabe e o assunto envolvendo o engenheiro foge dos c√°lculos desse profissional que deveria se ater ao pr√≥prio trabalho e n√£o se meter em gest√£o administrativa que envolva a sua empresa e o munic√≠pio.

- Mas, não há como não aprender com as críticas, mesmo aquelas sem fundamento e que surgem após umas e outras em botecos.

Vivendo e Aprendendo

Os servidores p√ļblicos municipais, em n√ļmero reduzido e aqu√©m dos mais de 600 efetivos, esteve reunido no remodelado Plen√°rio da Prefeitura Municipal na sexta-feira, 23 de maio, para presta√ß√£o de contas e escolha do Conselho Fiscal do RPPS, sistema previdenci√°rio municipal que, segundo o conselheiro Waldir Teis vem dando certo em todo o Estado de Mato Grosso e s√≥ em Nobres passou por maus momentos em 2012. De tanto levar "bordoadas", finalmente, os servidores p√ļblicos municipais come√ßaram a ficar atentos e a dedicar um olhar para o futuro. Falta eleger agora aquele nome que gerir√° o sistema e os recursos do fundo daqui pra frente. A prof.¬™ N√ļbia Avelino, sempre atenta aos fatos mais importantes, quis conhecer (e ainda quer) como realmente ficou a dan√ßa dos n√ļmeros e sobre tudo o que ocorreu em 2012.¬†

- "De tanto levar Frechada...; Meu peito at√© parece; Sabe o qu√™? T√°uba de tiro ao √Ālvaro; N√£o tem mais onde furar..". E quem foi √†quela reuni√£o, teve que enfrentar uma garoa, sem os dem√īnios...√© claro.

 Vivendo e Aprendendo 

De tanto levar "frechada", finalmente, o funcionalismo p√ļblico municipal de Nobres descobriu que n√£o d√° mais para descuidar quanto ao sistema previdenci√°rio e ao fundo que garantir√° o futuro das aposentadorias a quem deu tudo de si e teve que suportar os diferentes governos que Nobres j√° teve. E bota diferentes nisso. Em que pese o olhar atento de todo o funcionalismo, se os vereadores aprovarem as contas de gest√£o daquele que administrou Nobres at√© 2012 ou at√© o dia 07 de outubro daquele ano, vai mais uma "frechada" contra o funcionalismo p√ļblico municipal.¬†

- √Č ficar atento e ver quem √© quem.

 Sandy & Caio 

A decis√£o da Liga dos Campe√Ķes da Europa, transmitida pela TV Globo, com o Kleber Machado e o Juninho Pernambucano foi beleza, s√°bado, 24 de maio. Seria, melhor dizendo, n√£o fossem os coment√°rios do chat√©rrimo Caio Ribeiro. Dizem que a cantora Sandy faz aquele estilo meloso e politicamente correto, sendo tida como chata. Ela formando dupla com Caio Ribeiro e avaliados pelo famoso picol√© de chuchu, que √© o que dizem do atual governador paulista Geraldo Alckmin, seria algo de amargar, literalmente. Caio Ribeiro chegou a sugerir que n√£o passassem a bola para o gal√™s Gareth Bale, que errara tr√™s gols e n√£o se acertava em campo. Mal acabou de comentar e Bale (leia-se Beil) fez o segundo gol do Real Madri.¬†

- O todo certinho comentarista é chato pra cacete. 

Prêmios Operadoras

Como dizem aqueles que frequentam o fcb, que comem "lobó" e costumam arrotar salmão, a maré não está pra peixe. Dizem que compra de vaga ao TCE é como "saci pererê", que muitos sabem que existe, mas ninguém viu e se diz que viu, é puro racismo. Pois bem, outra lenda urbana são as motos que são premiadas (sic!) pelas operadoras de telefonia celular. Bastou você colocar crédito no celular e logo vem às mensagens sobre "concorrer" a uma moto, mais mesada por mês e patati-patatá. Com todas essas lendas "metropolitanas" em curso, a leitura mais recomendada nos dias de hoje, após uma frugal refeição, bem ao estilo Wladimir fd..Putin, um "roskovo", é ler Nicolau Maquiavel...

- ...afinal, mesmo não sendo dele a frase, "os fins justificam os meios". 

Tricolor em Luto 

Segundo o Globo Esporte: "Morreu na manhã deste domingo em Curitiba o ex-jogador Washington, parceiro de Assis no Atlético-PR e no Fluminense. Ele lutava contra a esclerose lateral, uma doença degenerativa." O ex-jogador for formou dupla com Assis no ataque do Fluminense nos anos de 1980, assim como Pelé teve seus parceiros, entre as duplas Pelé/Toninho Guerreiro; Pelé Coutinho; no Flu, Assis e Washington fizeram sucesso. O Flu deve render homenagens ao ex-jogador falecido.

- Vaya com Dios, Washington.

Cruzeiro/BH 

O goleiro Fábio, do Cruzeiro Mineiro, quer o time buscando a vitória sobre o Inter para manter-se na frente, sempre, neste Brasileirão, repetindo a dose do ano passado. Um bicampeonato cairia bem na carreira desse grande goleiro, injustiçado na seleção por falar a verdade. Se o Brasil ganhar a Copa, vão esquecer o goleiro de vez; se perder e se JC falhar, aí de nós. Uma conquista do Brasil, em casa, pode dar um gás e tanto ao PT e à Dilma. Uma derrota pode conduzir outro mineiro às alturas.

- Como se vê, Minas está uma verdadeira encruzilhada do Brasil... sem frango e sem velas, obviamente.

Encontro 

Do jeito que o clima político anda por aqui, é bom convocar o Comendador ELP, o popular "Preá", para liderar um encontro de cartas do mesmo naipe para dar uma aula aos principiantes na política. E por falar em mineiro, como bom frutalense, o Comendador Edson Luiz Pinto anda meio sumido das paradas. "Uai! Ele anda ali pela 'Boca Maldita.' "Excuse-me, não sabia".

- Ea√™, Comendador?! Pre√° votaria em Dilma ou no conterr√Ęneo A√©cio?

No Aguardo

Tem gente que acha que est√° demorando muito os servi√ßos de avalia√ß√£o para se chegar ao termo final sobre os direitos √† insalubridade para o pessoal da √°rea da sa√ļde em Nobres. A impaci√™ncia de alguns servidores com a demora na execu√ß√£o da per√≠cia est√° proporcionando aquele suor nas m√£os e um fervilhar na "fia√ß√£o" cerebral, prestes a entrar em curto. Daria letra de mod√£o sertanejo: "o telefone toca e voc√™ n√£o me atende...". √Č como diria Paulinho da Viola: "Dinheiro na m√£o... √© vendaval".¬†

- Nas mãos dos outros, então, é uma tsunami. Vai demorar? A galera espera.

Collor... ido 

Deu no G1 que: "O juiz federal do Paran√° S√©rgio Moro informou nesta quinta-feira (22) ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), que a Pol√≠cia Federal apreendeu no escrit√≥rio do doleiro Alberto Youssef oito comprovantes de dep√≥sitos banc√°rios que tiveram como benefici√°rio o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL)". Embora n√£o apare√ßa na Opera√ß√£o "Lava Jato", o conhecido senador e ex-presidente da Rep√ļblica, que j√° foi do PRN (Partido da Renova√ß√£o Nacional), cujo partido j√° foi da moda, n√£o estaria listado nessa opera√ß√£o.¬†

- Collor, de novo no olho do furac√£o?

Você no Facebook 

Veja o que diz um portal sobre exclusão ou fim da amizade no fcb: O primeiro caso ocorreu no estado de Iowa, nos Estados Unidos. Uma mulher de 30 foi presa após incendiar a casa de uma "ex-amiga" que havia desfeito a amizade das duas no Facebook. Jennifer Harris foi presa sob a acusação de incêndio criminoso na residência de Nikki Rasmussen. O mais curioso é que Jennifer Harris havia sido dama de honra do casamento de Nikki". Segundo a informação no Portal Baixaki: "a dissolução da amizade ocorreu após Harris começar a denegrir Nikki Rasmussen na rede social. O detalhe é que isso começou enquanto as duas tentavam planejar uma festa de aniversário para Jennifer Harris. Essa é a prova de que a organização de eventos pode ser mesmo estressante". 

- Sob esse ponto de vista, quantos incêndios não teriam que ser apagados em Nobres?

Você no Facebook II 

"Em 2009 ‚Äď diz o Portal Baixaki -, um jovem brit√Ęnico chamado Simon Foxley atentou contra a pr√≥pria vida ap√≥s ter sido exclu√≠do do Facebook por uma garota por quem era apaixonado. Depois de contar para ela sobre seus interesses rom√Ęnticos, ela desfez a amizade dos dois e v√°rios amigos dela come√ßaram a enviar mensagens ofensivas para o perfil dele. Entre elas, uma dizia: "Morra!". "Depois disso, ele foi at√© o jardim da casa em que vivia com os pais e se enforcou. Ele ainda deixou uma carta agradecendo a todos por tudo o que havia sido feito por ele nos 21 anos anteriores. Em um trecho, ele disse: "Espero que voc√™s aproveitem ao m√°ximo suas vidas e cuidem das pessoas e dos momentos que compartilham com elas!". Decis√£o bastante dr√°stica, tanto quanto a m√£e de fam√≠lia que foi linchada na Baixada Santista ap√≥s postagem falsa na rede, quando ela foi tomada por suposta sequestradora de beb√™.¬†

- Isso serve para aqueles que dormem, anoitecem e amanhecem na rede futricando a vida dos outros. 

Clima Tenso

A pol√≠tica mato-grossense vive momentos de tens√£o com a pris√£o de algumas altas patentes e o estabelecimento de um "redemoinho" sobre a vida p√ļblica da elite estadual. A Opera√ß√£o Ararath, t√£o anunciada, entra em sua quinta fase, mas outras fases podem vir por a√≠ e ainda tem gente fina que pode entrar na parada, desde que n√£o haja uma interven√ß√£o l√° de cima. Compra de vagas ao TCE-MT parecia tema de folclore mato-grossense embora o assunto fosse comentado at√© nas periferias do estado. Com essa fase 5, parece que o assunto deixou a periferia e foi parar na boca do povo, literalmente. A compra de votos em todas as inst√Ęncias da pol√≠tica tamb√©m √© tema que merece ser olhado bem de perto pelas autoridades, n√£o aquelas que tem muita "amizade" entre si e com aqueles mercadores de vontades.

- Como nunca, desde o ano de 1.513, que Maquiavel n√£o se tornaria t√£o atual como agora no MT.

Clima Tenso II

 As noites mal dormidas ainda estão por vir se houver sequência de fases em busca da Arca Perdida no Monte Ararath. Essa tal de delação premiada, se ocorresse, poderia causar um efeito dominó de resultados imprevisíveis em Mato Grosso. Conhecedor profundo da política do velho Mato Grosso, o ex-deputado Jesus Gaeta chegou a sugerir que o ex-prefeito de Nobres, José Carlos da Silva, praticasse a delação premiada a seu favor no universo deste Vale do Tombador. Será que desdobramentos teria essa possibilidade aventada? Bem, os presságios de Gaeta podem ressurgir na votação das contas de gestão do ex-prefeito, marcada para 30 de maio. Quem tiver que ser contra, que o seja sem medo de ser feliz; quem for favorável, não se avexe e siga o que o coração mandar.

-¬†√Č como diria Maquiavel: "Para bem conhecer a natureza dos povos, √© necess√°rio ser pr√≠ncipe, e para bem conhecer a dos pr√≠ncipes, √© necess√°rio pertencer ao povo".

Fraude kamagra online no Seguro Desemprego 

Deu no G1: "As fraudes contra o seguro-desemprego est√£o na mira do Minist√©rio do Trabalho e da Pol√≠cia Federal. Nos √ļltimos dois anos foram feitas em conjunto 11 opera√ß√Ķes de combate a esse tipo de crime em v√°rios estados do pa√≠s. As a√ß√Ķes resultaram no desmantelamento de quadrilhas de estelionat√°rios, com 88 pessoas presas. Foi descoberto tamb√©m um preju√≠zo de mais de R$ 50 milh√Ķes aos cofres da uni√£o. S√≥ em Sorocaba (SP) s√£o 70 casos registrados de fraude no benef√≠cio. "A v√≠tima pode ser da cidade, mas a quadrilha est√° sacando em outro local. Ent√£o a investiga√ß√£o ser√° feita pela cidade onde a quadrilha est√° efetuando os saques", explica delegada √Črika TatianaCoppini, da Pol√≠cia Federal".

- Ninguém merece; e ninguém mais quer trabalhar.

Pornografia Infantil 

Mas uma do G1/Sorocaba: "A Pol√≠cia Federal deflagrou na quarta-feira (21) a Opera√ß√£o Proteja Brasil contra a pedofilia e a divulga√ß√£o de pornografia infantil pela internet. Na regi√£o de Sorocaba (SP), s√£o cumpridos dois mandados de busca e apreens√£o. Segundo as primeiras informa√ß√Ķes, um homem foi detido em S√£o Roque (SP) por suspeita de armazenar conte√ļdo pornogr√°fico infantil no computador. Ao todo, est√£o sendo cumpridos 40 mandados de busca e apreens√£o em 14 estados (Alagoas, Cear√°, Esp√≠rito Santo, Goi√°s, Mato Grosso, Minas Gerais, Paran√°, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e Tocantins), com cerca de 200 policiais federais atuando em todo o Brasil".

- Disque 100. Denuncie!

Contraponto

Em Nobres, o que parece absurdo, n√£o se assuste, pode vir acompanhado do c√ļmulo, como foi registrado ontem (18.05), √† noite, por ocasi√£o do Dia "D" da Campanha de Combate √† Viol√™ncia e Abuso Sexual Contra Crian√ßas e Adolescentes. Atr√°s do palco, o pau quebrava com som alto num ambiente bastante conhecido em Nobres, numa concorr√™ncia com o som do Dj Teko, que fazia o som para os estudantes, professores, pais de alunos, equipe de apoio e t√©cnicas da pasta da A√ß√£o Social. Nem sequer se dignaram a respeitar uma apresenta√ß√£o oficial com consider√°vel n√ļmero de formadores de opini√£o. Espa√ßo p√ļblico √© utilizado como se fosse propriedade particular e concorre com evento p√ļblico. Ou n√£o seria isso?

- Até quando? Dura lex sed lex. Isso tem sido um pé no saco ao longo dos anos.

 Contraponto II 

A buy clomid Pra√ßa da Matriz, no local criado para crian√ßas brincarem, ao lado dos aparelhos de gin√°stica, ontem, foi visto alguns cavalos, devidamente arreados, "estacionados" ali, como no velho oeste. Francamente, a coisa est√° ficando complicada e seria hora de se contar com guarda de patrim√īnio por aquelas bandas, que √© para evitar esse tipo de coisa. Cavalos "estacionados" e caub√≥is se dirigindo ao "saloon", cena t√≠pica dos filmes de caub√≥is, em pleno ano de 2014. Algo a ver com a Copa do Mundo?

- Rumo ao hexa.

Pé no Saco 

Voc√™ sabia? "Quando ocorre uma pancada nos test√≠culos, um sinal nervoso √© enviado ao c√©rebro a uma velocidade de aproximadamente 425 quil√īmetros por hora, e o c√©rebro, por sua vez, envia uma resposta atrav√©s da espinha at√© o abdome e a virilha. Os test√≠culos, ent√£o, liberam um neurotransmissor ‚ÄĒ a Subst√Ęncia P, associada com processos inflamat√≥rios e dor ‚ÄĒ que ativa uma √°rea cerebral chamada c√≥rtex somatossensorial, respons√°vel por processar as sensa√ß√Ķes f√≠sicas. Na pr√≥xima etapa do processo, ocorre a libera√ß√£o de endorfinas ‚ÄĒ com o objetivo de relaxar o pobre coitado que acabou levar o chute no... No entanto, essas subst√Ęncias provocam uma diminui√ß√£o nos n√≠veis de oxig√™nio no c√©rebro, podendo desencadear as familiares dores de cabe√ßa e n√°usea que tamb√©m podem surgir ap√≥s a infame pancada. Al√©m disso, o abdome e o escroto compartilham os mesmos receptores sensoriais para a dor, portanto, √© por esse motivo que outra rea√ß√£o bem comum entre os que acabaram de, voc√™ sabe... √© que eles se dobrem sobre suas barrigas e adotem a posi√ß√£o fetal. Outra rea√ß√£o comum √© a tontura, desencadeada pelo fluxo de fluidos no ouvido interno. E a√≠, j√° viu: forte dor abdominal combinada com tontura e n√°usea pode resultar em desagrad√°veis v√īmitos".

‚Äď √Č o que diz na internet.

Briga por Amasiamento

O PDT passou a ser o partido da moda e todos querem estar com ele ou ao lado dele daqui pra frente. Com maior ou volume de "tietagem" para sair na foto, DEM e PR "brigam" e at√© fazem esc√Ęndalo para saber quem vai ser a noiva da vez para ir ao altar com o PDT. At√© o PSB, aliado de primeira hora do PDT, faz intriga e o bicho anda pegando entre J√ļlio Campos (DEM) e Emanuel Pinheiro (PR). Realmente, quando a moda pega, fica dif√≠cil conter os estilos e a tietagem fica braba. O PPS j√° teve seus dias de lan√ßar moda; o PSDB de Dante j√° atraiu e o hoje busca se "escorar" no PDT. At√© o PRN, de Collor, antes d'ele cair em desgra√ßa, j√° ditou moda na pol√≠tica. O senador Pedro Taques vai suar frio para conter as brigas de comadres daqui at√© o dia de fechamento das alian√ßas e os pren√ļncios sobre um futuro governo com certos aliados n√£o animam a ningu√©m.

- Saudosistas, diríamos que o PDT de hoje seria a Brigite Bardot dos anos 60.

Com Recheio

 "Uma cabeleireira encontrou em um pacote de arroz, da marca Brilhante, um rato morto. Segundo ela, a compra foi realizada em um supermercado de Samambaia, região administrativa do DF, no dia 13 deste mês. No mesmo dia que fez a compra, ela decidiu abrir o pacote, que estava lacrado, para colocar o arroz em uma vasilha. Quando o pacote foi aberto, a cabeleireira notou que havia algo junto ao arroz. Quando percebeu que era um rato, a cabeleireira chamou o marido, que no mesmo instante foi ao supermercado levar o produto. No supermercado, segundo Carlos, o gerente recolheu a mercadoria e permitiu que ele escolhesse outro arroz de qualquer marca, para recompensar", diz uma nota no Portal Olhar Direto.

- Esse j√° veio com "mistura".

Carne Fraca

¬†Uma moradora da cidade de Pato Branco, no interior do Paran√°, levou um susto ao receber uma multa de tr√Ęnsito: na foto do radar, seu marido aparece pilotando uma motocicleta e levando uma outra mulher na garupa. A infra√ß√£o por excesso de velocidade aconteceu em Dois Vizinhos, a 70 km da resid√™ncia do casal, e gerou uma multa de R$ 85. Revoltada, a esposa publicou uma imagem da correspond√™ncia em seu perfil no Facebook e aproveitou para desafiar a suposta amante: "Voc√™ jovenzinha, que est√° na garupa desta moto, solicito sua presen√ßa aqui em pato branco, para pagar a multa, vc jovenzinha veja foi filmada em infra√ß√£o. O condutor j√° n√£o jovenzinho que se diz meu marido, estava em adrenalina, por sua companhia... Mas a multa est√° aqui, venha aqui se apresentar... a espero!!!", postou a titular. Logo abaixo da "intima√ß√£o", a mulher forneceu endere√ßo, telefones e email para que a amante entre em contato. A publica√ß√£o j√° passou dos 5 mil compartilhamentos, mas nem o marido nem a "jovenzinha" se manifestaram.

- Isso que é flagra. Igual, só aquela... daquele um, em que a mulher na maior "fria" e o 'cara' admirando Bruna Marquezine. "Pretty Woman". Também acho.

SNI em Ação

Como nos velhos tempos da ditadura, em Nobres, o SNI foi reeditado e sem voc√™ saber, tem gente que tem a sua ficha pessoal completa. O SNI (Servi√ßo Nobrense de Informa√ß√£o) tem dados pessoais coletados e que servem a fofocas e intrigas, comandado por uma mulher (se √© que se possa dizer assim). Sem a menor cerim√īnia, ela diz at√© quantos im√≥veis a pessoa tem, se n√£o tem, sabe quanto ganha; se pode ter isso ou n√£o. E como n√£o poderia deixar de ser, diz que √© muito bem de situa√ß√£o l√° de onde veio. Todo cuidado √© pouco em rela√ß√£o a essa dona, falastrona ao extremo.

- Cruzes, sai pra l√°... encosto.

Perseguição 

No início da noite de 10 de maio, por volta das 19:00 horas, uma viatura policial passou como um bólido pela rua Maurício Sampaio, em perseguição a um motoqueiro. Necessária ou não a velocidade empreendida, o risco de sacrificar vida é iminente num trecho frequentado por muitas crianças e na passagem de um cruzamento onde muitos motoqueiros passam direto, entre a Pedro Nolasco e Maurício Sampaio. Aliás, a rua Maurício Sampaio, entre Pedro Nolasco e a rua Alagoas, tem sido ponto preferido para determinados irresponsáveis "empinarem" suas motos. Há casos em que se pode ver pessoas portando jalecos de empresas e empinando motos. A pergunta é: "seria necessário um justo pagar pelo pecador?", ou seja, na perseguição a um motoqueiro uma criança ser vítima de atropelamento, tanto por perseguido quanto por perseguidor?

- Menos mal que nada disso tenha ocorrido, ainda.

Desapego?

Um cidadão, de codinome "Arcindino Cuiabano", ao comentar no portal RDNews matéria sobre a possibilidade de o PR abandonar o governo e cair nos braços do PDT, apontou: "O PR que antigamente era PL do Wellington tem os Mauro Savi, Sebastião Rezende, Emanuel Pinheiro, João Malheiros, Wagner Ramos, Ondanir Bortolini, o Nininho, e Jota Barreto, desses me parece que só 03 foram eleitos, os outros são suplentes, todos são situação desde o primeiro mandato de Blairo e vem pegando carona nas benesses que os diversos cargos que lhes foram proporcionados, agora querem vir de Taques?, querem pular o corguinho?, querem abandonar o batomuche, querem sacanear aqueles que sempre os ajudaram. Isso é típico do politico Maria vai com as outras, serão todos bananinha de bulixo se forem pra oposição. Não querem perder a boquinha, entretanto serão avaliados pelo eleitor que detesta esse tipo de situação. Já vi esse filme antes e prometo tirar meu guatambu de traz da porta pra soca no lombo de quem trair os companheiros, amigo é pra sempre, nem que for pra morrer abraçado. Pena que na politica o que se fala de manhã não se sustenta a noite".

- Isso nos remete aos tempos do PRN de Collor, ao PPS de Blairo Maggi e vai por aí. O importante é se manter coladinho com quem vai estar por riba da carne seca.

  

Selinho 

Dizem que teria rolado um selinho, √† la Emerson Sheik, dia desses, num conhecido clube da cidade. Ser√° mesmo? Entre o Sheik e um an√īnimo do interior, vai longe √° dist√Ęncia e nem mesmo as contas banc√°rias seriam iguais em g√™nero, n√ļmero e grau. Pegou mal e t√° dando o que falar, ainda mais em cidade interiorana, onde ser celebridade, s√≥ se for √†s avessas. O jeito vai ser abandonar a "marvada" ou o curso de "Skolnocultura".

- Beijim, beijim... pau pau. Inté, a gente se vê por aí.  

  

Coisas do FCB

 O facebook deixaria Machado de Assis, Rui Barbosa e Jorge Amado, entre outros, p... da vida por conta da ortografia. Dia desses, alguém teria sido diagnosticado por um médico como acometido de uma tal "perna munia", doença nunca vista antes do rol dos diagnósticos médicos, mesmo em casos ortopédicos. E o pior é quem tem gente que anda com tanta força no "fcb", a ponto de questionar procedimentos médicos, sem ter conhecimento algum (nem teórico e nem prático) de Medicina. 

- Realmente, é no "fcb" que Sir William Shakespeare morreria de tédio e de desgosto.  

  

Meu Pedacinho de Ch√£o

Essa cavalgada de 2014 será inesquecível. Tinha cavaleiro tentando cavalgar e o cavalo, ao invés de seguir adiante, caminhava feito caranguejo, para o lado. Isso nos remete ao folhetim da Globo, Meu Pedacinho de Chão, das 18:00 horas, onde aquele "pistoleiro", o Zelão, uma verdadeira fantasia carnavalesca, montou em seu cavalo, denominado "Quarta-Feira", e anunciou: "Avante, Quarta-feira..."; pois não é que o alazão engatou marcha ré. Para quem não sabe, o termo "quarta-feira" para os cuiabanos serve para denominar alguém meio "leso' das ideias. Vimos muito isso no facebook dias atrás, e só agora pudemos entender que AVANTE é engatar marcha ré. Mas, voltando ao cavalo "caranguejo", quem mesmo pilotava o danadinho? 

- Ah! O animal estaria "borracho" ou seria pilotado por alguém meio "quarta-feira"? Nobres é Meu Pedacinho de Chão. 

No Vácuo 

A aus√™ncia de Blairo Maggi da disputa majorit√°ria em Mato Grosso est√° tirando o sono de muita gente. Em meio a esse vazio, o PSD tenta se armar para conter a for√ßa demonstrada pela oposi√ß√£o e percorre o estado buscando dialogar com as correntes pol√≠ticas diversas. Em Nobres, o encontro do PSD deve ser na noite de amanh√£ (05 de Maio), nas depend√™ncias da C√Ęmara Municipal de Nobres, por volta das 19:00 horas, com as presen√ßas de Riva e do atual vice governador Chico Daltro. Com certeza, a sucess√£o estadual ser√° o tema predominante e Riva j√° trabalharia para dar uma guinada no atual est√°gio pol√≠tico com o poss√≠vel lan√ßamento de Jayme Campos ao Governo do Estado.¬†

- Isso pode mexer (e muito!) com o cenário previsível de hoje.  

Alternativas 

Nunca os poderosos de plant√£o se viram t√£o em apuros como agora, em caso de uma vit√≥ria das oposi√ß√Ķes, milhares de empregos v√£o para "os quiabos" e as for√ßas que est√£o no poder ainda correriam risco de uma devassa em tudo o que h√° por a√≠. Sem empregos, os apadrinhados, ou ficariam desamparados ou migrariam para o outro lado. 2014 ser√° um ano de muitos acontecimentos, tanto positivos quanto negativos para quem j√° se habituou ao poder ao longo dos anos. Ao se confirmar uma vit√≥ria do virtual candidato Pedro Taques, certamente que ele vai encontrar um estado "falido" e endividado. O mesmo deve acontecer se a situa√ß√£o permanecer no poder, o panorama ser√° o mesmo e n√£o ser√° com quatro anos que se livrar√° dessa d√≠vida toda.¬†

- Mas, vamos em frente. 

Alternativas II 

Em caso de uma vit√≥ria de Pedro Taques e Dilma permane√ßa no poder, a√≠ sim √© que MT vai passar por grandes dificuldades financeiras, considerando-se que o ran√ßo de vingan√ßa seja uma caracter√≠stica petista. Ali√°s, o PT tem atuado como um trator patrolando a tudo e a todos para permanecer no poder nesta terra onde "eu n√£o sei de nada e eu n√£o vi ou n√£o sabia de nada". Ah! Se algu√©m pudesse psicografar alguma informa√ß√£o vinda do al√©m t√ļmulo por parte de Celso Daniel e de Toninho do PT, muita coisa iria mudar. Mas, por aqui, em terras mato-grossenses, o PT ainda vai se derramar em l√°grimas por Blairo Maggi que anuncia apoio a Dilma, mesmo fora do p√°reo estadual.¬†

- Tergiversa√ß√Ķes a parte, √© como diz o torcedor, desanimado com seu time: "Que ven√ßa o melhor".¬†¬†

Antenado

O Portal de Not√≠cias Midia News republica texto de Veja e atentem para a nota: "Em sua coluna "Radar Online", no site da revista Veja, o jornalista Lauro Jardim revela um encontro, digamos, inusitado, no restaurante do Senado, na v√©spera do feriado de 1¬ļ de Maio, entre importantes figuras do cen√°rio pol√≠tico de Mato Grosso". "Dois representantes da bancada de Mato Grosso tiveram um almo√ßo para l√° de descontra√≠do ontem √† tarde. Pedro Taques, um dos mais combativos parlamentares durante a CPI do Cachoeira, e Jayme Campos sentaram-se √† mesa do restaurante do Senado com o not√≥rio Luiz Ant√īnio Pagot, principal s√≠mbolo do esquema do corrup√ß√£o no Minist√©rio de Transportes, explodido em 2011", diz Jardim.¬†

- E por aqui, Jayme Campos segue reclamando de Taques. Mas as alianças que faz o PDT não apresentam nada de novo com Tampinha e esse diálogo com Pagot, realmente fica tudo dantes...

Neologismo? 

Durante boa parte do programa Cadeia Neles, de hoje, o apresentador Walter Rabelo insistia em falar que um policial corria o risco de ficar "tetraparaplégico" após ser atingido por tiros de meliantes. A insistência do apresentador televisivo nos remete a tal exigência de diploma de nível superior para o exercício da função, exigida para quem mesmo? Ah! Só para quem não é da grande mídia. Hábil em classificar os marginais de "vagabundos" e de "raça infame", o que incluiria a família toda dos meliantes, o apresentador vinha escorregando na ortografia e só depois é que foi corrigido pela produção. Também, depois que um narrador da Centro América conseguiu ver dois jogadores fazendo uma triangulação em campo numa partida do Campeonato Mato-grossense, ficar paraplégico por quatro vezes consecutivas não é tão difícil assim. 

- Salvo se fosse algum neologismo cient√≠fico. √Č como diria Galv√£o Bueno: "√Č tetra, √© teeeeeeetra...".

Ele, De Novo?

Aquele cara que gosta de reparar se a roupa é de grife deu um novo show após a final da Copa União. A galera andou fomentando, comentando e jogando ao ar as peripécias que o rapaz aprontava após aquelas "Skóis". Na boquinha da garrafa, é? Segura o tchan, ziriguidum e balança a cadeira morena, que eu quero ver.

- Essa √© de grife. Tch√°√°√°√°√°√°√°√°√°√°¬ī...!

Borracho... 

...é como dizem os bolivianos quando alguém está eufórico e sob alto poder etílico. Depois do jogo entre Pedal Leve e Bahia, quando os "baianos" de Nobres conquistaram o título, o que tinha de "borrachos" pendurados nas antigas arquibancadas do lado esquerdo de quem deixa o estádio, não era para brincadeira. Dizem que "rolou" até wisky Balantine's. Aliás, o Bahia não é bem um time de futebol e está mais para orquestra... toca, toca e não faz o gol. Teve torcedor passando mal à beira do gramado com tantos gols perdidos. E quando foi o pênalty, anotado pelo árbitro Jucão, já teve gente perguntando, rapidinho: "será que Baiano que vai cobrar?".

- Well! Para evitar risco de infarto, não foi ele, o rei do travessão. Cobra mal, mas é bom "borracho". Abraçado com dom Balantine's, que beleza, não? Leite de Magnésia ninguém quer beber. 

  

Baianada 

E por falar em "news baianos", teve um atleta supersticioso, que entra em campo colocando primeiro o pé direito no gramado. Anunciou que em campo só se entra com o pé direito e colocou o pé que fica do mesmo lado do coração, benzeu o corpo e entrou. O erro foi esse, com direito a não cobrar mais penalidades para seu time. Aliás, que estilo para cobrar pênalti, batendo palmas como se fosse visita na casa do goleiro. Com tantos baianos em Nobres, já não sabemos mais nem quem é quem. 

- O da Junta ou aquele da Sa√ļde? Sim, porque os dois batem p√™naltis muito bem.

  

Verdade Seja Dita 

Já não estaria na hora de Nobres acabar com aquele visual de rodoviária de beira de estrada que tem esse fantasmagórico Largo da Feira? A cantora gospel Angiely teria dito que não gostaria de misturar o seu show com o pessoal do Lambadão, senão não cantaria. Mas se passasse por ali num desses dias em que a jiripoca pia por aquelas bandas, benzeria o corpo e iria embora sem olhar para trás. Já passa da hora de uma providência contra aquele visual provinciano, não bastasse uma "BV" ao lado do palco. A tradução é mesmo vulgar e diz "Bosta de Vaca" ou de touro, como queiram.

- De quem aquele local? Do setor p√ļblico ou do privado? Uma mudan√ßa radical no local renderia consider√°vel √≠ndice de popularidade a quem a executar.

Mau Exemplo?

Est√° no Portal Midia News a informa√ß√£o de que: "A prefeitura de Novo Horizonte do Norte acaba de contratar a dupla Alecir & Alessandro, a cantora gospel Angielly e a banda Arena Country para a comemora√ß√£o do 28¬ļ aniversario de emancipa√ß√£o do munic√≠pio. Com inexigibilidade de licita√ß√£o, o prefeito Jo√£o Ant√īnio de Oliveira (PMDB) vai pagar R$ 58 mil √† empresa Silva & Correia Ltda. pelas atra√ß√Ķes. Nada contra o talento dos artistas, mas os prefeitos de todo o pa√≠s deveriam ser proibidos de gastar dinheiro p√ļblico com esse tipo de situa√ß√£o. Trata-se, sem d√ļvidas, de mais um mau exemplo de uso do dinheiro do contribuinte". Como se v√™, se for atentar para as cr√≠ticas na rede social sobre a festa simples que realizou, o prefeito de Nobres, Sebasti√£o Gilmar, tamb√©m teria que se utilizar de mesmo expediente. Todo cuidado √© pouco diante do entusiasmo de algumas pessoas com eventos caros.

- S√£o li√ß√Ķes que se tiram, da√≠ e por a√≠.

  

 

Pé na Moita

Essa estória é de um conhecido sultão, daqui destas bandas, que resolveu "dar uma fugidinha" e foi parar numa casa de show; uma vez lá, de boa e acompanhado, viu alguém chegar e foi se "esconder" atrás de uma moita de capim (e haja moita!). A dona chegou, olhou e não viu nada de anormal, subiu na bicicleta e já ia de volta, quando o Sultão "Pé na Moita" saiu do esconderijo e já caminhava para o local de origem. Mas, o danado do "DJ" que comandava o som viu a figura impoluta no local e anunciou a sua presença ali. Com ouvidos apurados, a "patroa" voltou e o Sultão foi para uma outra mesa, sentado sozinho e com cara de quem não gostou do que fez o "DJ". 

- "Entregue", de bandeja, Pé na Moita teve que encerrar a sua "turnê". Tem dia que parece noite, não? 

  

Legislativo Cuiabano 

Depois de Jo√£o Emanuel, ex-presidente e vereador cassado pelos colegas parlamentares, a C√Ęmara Municipal de Cuiab√° ter√° mais problemas ainda, agora, contra o atual presidente, J√ļlio Pinheiro, sobre o qual pesariam acusa√ß√Ķes de manobras para a suplementa√ß√£o de recursos para a gest√£o de Chico Galindo (PTB) de mais de 350 milh√Ķes de reais. Se for fato o que vem sendo noticiado, o Legislativo ter√° mais desgaste ainda. E ainda tem a amea√ßa de expuls√£o do vereador do PSD, Toninho de Souza. Realmente, em Cuiab√°, o Legislativo se apresenta com a imagem bastante arranhada.¬†

- Ser√° no que vai dar tudo isso?

Legislativo Nobrense

 A Comissão Investigativa e mesmo o atual presidente do Legislativo, Manoel Fermino Pinho (DEM), seguem levantando a situação financeira da Casa de Leis de Nobres. O prazo para a execução dos trabalhos é de 120 dias e muitos desses dias já passaram. Uma resposta parcial pode sair na sessão de 28 de abril, segundo acreditam os mais otimistas. Dizem que os trabalhos seguem acelerados e nem tudo depende apenas da boa vontade dos vereadores, mas seria uma exigência de outros órgãos fiscalizadores, entre os quais o MPE, segundo se informou. E a própria comunidade quer ver se não haveria muita fumaça e pouco fogo. Recuar já não é mais permitido, então, o jeito é caminhar pra frente. 

- Se os alardes se confirmarem, muita coisa ainda deve acontecer e a apuração dos fatos é algo que tanto pode engordar quanto matar. 

Futebol de MT

A grande visibilidade que o futebol de Mato Grosso ganhou no jogo do Mixto EC contra o Santos FC, está sendo tragada pela má gestão no futebol do time cuiabano. A Justiça do Trabalho manda que sejam deduzidas todas as despesas e o que restar disso tudo seja depositado em conta judicial para pagamento de dívidas trabalhistas. A empresa de Mário Zeferino já teria sido notificada sobre o fato e vai cumprir a determinação. E não é de hoje que o clube, ex-Tigre da Vargas, vem tendo suas rendas penhoradas pela Justiça e as despesas vão com ex-jogadores e até um vigia com reclamação trabalhista contra o "setentão" clube cuiabano. 

- Se alguém pensou em "dar uma volta" entregando tudo a Mário Zeferino, o tiro foi n'água. Desta vez, a Justiça estava de olhos bem arregalados com a manobra.  

 

Futebol clomid online de MT II 

Reclamam que uma grande empresa de eletrodomésticos preferia investir no Corínthians ao invés do Mixto. Não é para menos, ter que depositar o direito de exploração de imagem do clube popular na Justiça Trabalhista, que vexame. Mas isso não é exclusivo do Mixto, e tem também Vasco, Flamengo e Botafogo, todos do RJ, que também passam pela mesma situação, principalmente o clube dirigido por Roberto Dinamite, de São Januário. Aliás, nem São Januário e nem Santo Expedito conseguem tantos milagres assim, de pagar dívidas impossíveis. 

- Até a tal AFAM, empresa que administra as coisas do Mixto EC já teve o nome jogado sobre o ventilador.  

 

Casa dos Horrores 

Antigamente, a tarefa de limpar fossa era t√£o ingrata e quanto mais se mexia, mais fedia. E quem ousaria comparar pol√≠tica com "tratamento" de merda? Mas, com o passar dos anos, as institui√ß√Ķes que se sup√Ķem seriam s√©rias passam por crise de identidade e quanto mais se mexe, mais os maus odores veem √† tona. Em Cuiab√°, uma capital com quase 300 anos e com uma popula√ß√£o altamente miscigenada, eis que da Casa do Povo tem exalado os odores f√©tidos da picaretagem pol√≠tica e do mau uso do dinheiro p√ļblico. E, via de regra, isso s√≥ vem acontecendo com aqueles que passam pela presid√™ncia da Casa. A "pavimenta√ß√£o" do caminho √† presid√™ncia tem pre√ßo alto e aquele que chega l√° tem que fazer as suas estrepolias financeiras para "sustentar" e sedimentar o caminho constru√≠do. E j√° vai longe a escala√ß√£o do time que entrou em campo com nomes reluzentes e que da C√Ęmara de Vereadores de Cuiab√° sa√≠ram mais apagados que vagalume com instala√ß√£o el√©trica avariada.¬†

- Chica Nunes, Deucimar, Lutero Ponce, Jo√£o Emanuel e... por √ļltimo, J√ļlio Pinheiro e seus pecados capitais. Acompanhem os lances que vir√£o e, como diria, o cuiabano nato: "At√© por c√°."¬†¬†

 

Nota Informativa

A Prefeitura de Nobres distribuiu nota para divulga√ß√£o em que diz que o "Munic√≠pio de Nobres busca retomada de im√≥vel doado para implanta√ß√£o de empresa de reciclagem de lixo que nunca funcionou e teve apenas estrutura colocada e depois retirada no bairro Jardim Petr√≥polis. Caso est√° na Procuradoria Jur√≠dica da Prefeitura de Nobres e decis√£o judicial deve sair ap√≥s apresenta√ß√£o de dados novos ao processo que tramita na Justi√ßa da Comarca de Nobres. O an√ļncio da implanta√ß√£o da empresa e a possibilidade da gera√ß√£o de empregos diretos e indiretos causaram expectativas, que logo foram frustradas com o passar dos dias, quando muitos transitaram entre c√©u e inferno por conta do que fora anunciado. Trabalha-se para a retomada do im√≥vel pertencente ao patrim√īnio p√ļblico".¬†

- O assunto ainda vai render muita notícia.  

 

Dados  Estatísticos 

De buy levitra acordo com o IBGE, o munic√≠pio de Nobres tem popula√ß√£o estimada em 2013 de 15.002 habitantes, ou seja, mesma popula√ß√£o existente e levantada em 2010, de 15.002 habitantes. A √Ārea da unidade territorial (km¬≤) 3.892,055, com Densidade demogr√°fica (hab/km¬≤) 3,85. O IDH (√ćndice de Desenvolvimento Humano) medido em 1991 era de 0,423; em 2000, de 0,538 e para 2010, o IDH avaliado era de 0,699. Relat√≥rio de Desenvolvimento Humano (RDH) produzido anualmente pelo Programa das Na√ß√Ķes Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com base em tr√™s pilares (Sa√ļde, Educa√ß√£o e Renda) que s√£o medidos da seguinte forma: vida longa e saud√°vel (Sa√ļde): expectativa de vida ao nascer; O acesso ao conhecimento (Educa√ß√£o): m√©dia de anos de estudo (adultos) e anos esperados de escolaridade (crian√ßas); Um padr√£o de vida decente (Renda): medido pela Renda Nacional Bruta (RNB) com base na Paridade de Poder de Compra (PPC) por habitante.¬†

- Estamos longe dos melhores padr√Ķes.¬†¬†

 

Dados Estatísticos II 

Nesse sentido, o ranking nacional est√° de acordo com o modelo e dados divulgados em 2008 pelo Pnud (Programa das Na√ß√Ķes Unidas para o Desenvolvimento) e Mato Grosso figurava na 11¬™ coloca√ß√£o no IDH, com 0,796. Os menores IDH's registrados em cidades de MT foram: S√£o Jos√© do Xingu, 0,681 - 117¬ļ; Jangada 0,68 - 118¬ļ; Jauru 0,68 - 119¬ļ; Reserva do Caba√ßal 0,68 - 120¬ļ; Pocon√© 0,679 - 121¬ļ; Campin√°polis 0,673 - 122¬ļ; Bar√£o de Melga√ßo 0,672 - 123¬ļ; Santa Terezinha 0,665 - 124¬ļ; Livramento 0,655 - 125¬ļ; Porto Estrela 0,654 - 126¬ļ, semelhante ao da √Āfrica do Sul. O munic√≠pio de Nobres figura na classe intermedi√°ria, nem tanto entre os melhores e nem tanto na lista dos piores.¬†

- Como melhorar esses dados? Com "palpites" no Facebook ou com recursos que não sejam desviados para campanhas políticas?  

 

Andando Longe

O ex-secretário de Estado, Eder de Moraes, está testando a Justiça Eleitoral ao patrocinar camiseta a time de futebol na competição em bom Jardim. Recentemente, uma equipe tinha o nome de um ex-secretário nas costas, daquela vez, era Faiad e Associados. Como se vê, o fatiamento dos votos do eleitor de Nobres parece que já começou e depois as pessoas ficam nas redes sociais clamando por melhor sorte. Tem candidato que foi bem votado em Nobres e hoje só administra cabide de emprego, sem ter trazido quase nada para o município. Para se ter uma ideia de tudo isso, basta ver a população clamando por atoleiros na área central da cidade de Nobres. Só que, com recursos próprios, infelizmente, a administração municipal não conseguirá atender a demanda reprimida de obras de drenagem na cidade.

- Então, cadê o seu deputado estadual, federal ou senador?

  

Sem Representatividade 

Dá para contar nos dedos os parlamentares, sejam de que esfera política for, que trouxeram algo de bom para o município. Quem não trouxe, vai prometer; e quem ainda não tem mandato, vai prometer mundos e fundos. No entanto, o atraso de Nobres é secular na questão da drenagem de águas pluviais e de saneamento básico, onde se encaixaria a rede de esgoto e o tratamento deste antes que vá parar nos rios já poluídos. Daí, o sujeito dizer que a cidade tem a cara do seu povo não é por mero acaso. Quem vende o voto, perde o direito de reclamar. 

- Os "despachantes" dos eventuais candidatos estão por aí, com suas lábias e promessas. Cai na esparrela quem quer. 

Na Bronca

Mesmo sendo proprietário de atrativo na região do PA Coqueiral/Quebó, no município de Nobres, o secretário municipal de Turismo, Cleber Oliveira Leite, acredita que tem gente falando demais e isso pode atrapalhar na conquista de investimentos para Nobres através do Governo do Estado. Recentemente, Clebinho foi incisivo em relação a uma campanha discricionária contra a cidade de Nobres. Há quem queira que os turistas não passem pela cidade de Nobres por conta da MT-241, com trechos em situação lamentável. Inegavelmente, as chuvas tem contribuído para estragos na MT-241, mas, daí a dizer que Bom Jardim não tem nada a ver com Nobres ou vice-versa, isso já é demais.

- √Č como aquela velha tese debatida sobre quem chegou primeiro, se o ovo ou a galinha.¬†¬†

 

Na Bronca II 

E por falar em galo, houve quem dissesse que ainda não havia visto o Clebinho bronqueado. "Hoje, ele está com a cachorra...", segundo um ditado popular para quem se apresenta meio p... da vida. Parece que tem gente querendo testar a paciência do secretário com a tática do muito falar e ele foi até contundente e intransigente na sua defesa pela cidade. De fato, a coisa anda parecendo jogo do bicho, um com a cachorra... de raiva; e um ou outro pecando pelo muito falar; e isso é como diz o velho cuiabano: "Quem fala demais, dá bom dia à cavalo". Nobres existe... logo, o PA Coqueiral/Quebó, cujas terras ainda pertenceriam a União, está no município de Nobres, venha o turista de onde vier. 

- √Č... nem sempre a paci√™ncia √© de J√≥ e monge budista tamb√©m estressa com bl√°-bl√°-bl√°.¬†

Bolsa Família

O comunicado √© da Secretaria Municipal de Sa√ļde que informa: "que no dia 12 vde abril (S√°bado), ser√° realizado o Acompanhamento e Pesagem do Programa Bolsa Fam√≠lia na Pra√ßa Josino Serra, das 08:00 √†s 16:30h. Devem comparecer todos os que recebem o benef√≠cio do Bolsa Fam√≠lia para pesar e medir. E n√£o se esque√ßam de levar o cart√£o do benefici√°rio e o cart√£o de vacina√ß√£o das crian√ßas. Compare√ßa √† Pra√ßa Josino Serra e n√£o perca o benef√≠cio!".

 - Informou a SMS de Nobres. 

 

Saneamento B√°sico

¬†O deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), presente √† reuni√£o de trabalho com o governador Silval Barbosa, vice Chico Daltro e o ministro Ricardo Berzoini, das Rela√ß√Ķes Institucionais, entre outros, puxou a brasa para o lado da sua sardinha e disse ser o precursor do saneamento b√°sico como prefeito de Rondon√≥polis. E para exemplificar, CB disse que quando assumiu a prefeitura rondonopolitana, muita gente por l√° "defecava" sobre jornal e jogava no mato. Haja jornal. "Hoje, Rondon√≥polis √© 100% saneada", disse o cacique peemedebista.¬†

- Resta saber se o esgoto é tratado.    

Ponte 

A ponte sobre o Rio Manso, bem em frente da parte frontal da Usina de Manso, est√° tomada pelo lixo nas duas margens. Realmente, a quantidade de pessoas que para l√° v√£o para visita est√° deixando o ambiente em p√©ssimas condi√ß√Ķes. O trecho √© rota tur√≠stica e o pavimento asf√°ltico come√ßa a se deteriorar. Mesmo o pavimento da MT-494, bem mais novo, j√° se encontra em decomposi√ß√£o e medidas contra quem prestou servi√ßo ali n√£o s√£o tomadas. Isso para n√£o se falar das inusitadas tr√™s pontes cujo v√£o s√≥ cabe um carro por vez. H√° uma diferen√ßa gritante na implanta√ß√£o de pavimentos asf√°lticos nos dois Mato Grosso, bastante notada a partir de Sonora (MS) seguindo rumo ao outro estado.¬†

- A questão da qualidade estaria nos políticos ou nas empresas?    

Felipão Diz 

"De propecia online acordo com Luiz Felipe Scolari, o técnico da Seleção Brasileira, o "sexo normal" está liberado à sua equipe durante a Copa do Mundo. "Se for sexo normal, sim. Se for normal é normal, não é lá em cima no telhado. Normalmente, o sexo normal é feito de forma equilibrada, mas tem algumas formas, alguns jeitos e outras pessoas que fazem malabarismos. Isso aí não", disse Felipão, arrancando risos da plateia. A declaração bem-humorada aconteceu no congresso "Mundial a Falar Português", que ainda reuniu os treinadores Paulo Bento (Portugal), Fernando Santos (Grécia) e Carlos Queiroz (Irã), todos portugueses". A informação está no Portal Baixaki. 

- Sendo assim, que afoguem o ganso, molhem o biscoito ou coisa assim. Os que não gostam, não se sintam na obrigação.

 

Felicidade Geral

Ser√° de que forma podemos entrar em contato com o personagem LC, da novela "Al√©m do Horizonte"? Estamos precisando, urgentemente, de adquirir um prot√≥tipo da "m√°quina da felicidade" para Nobres. S√≥ assim n√£o ter√≠amos mais Caixa Dois na campanha pol√≠tica, n√£o ter√≠amos mais desvio de recursos p√ļblicos, falsifica√ß√£o de cheques e de carimbos de empresas e n√£o ter√≠amos que ouvir conselheiro do Tribunal de Contas dizendo que certos gestores deveriam tomar aquele comprimido que faz "sumir". O sujeito usa e abusa do dinheiro p√ļblico e est√° assinalado que ter√° de devolver dinheiro aos cofres p√ļblicos e algu√©m muito ligado a ele ainda tem o desplante de "curtir" os coment√°rios no fbc em que a popula√ß√£o reclama do caos que est√° √° cidade.

- buy priligy Quem paga impostos e não vê resultado, tem direito a reclamar, menos quem esteve lado a lado na gastança e na farra que terminou em 07 de outubro de 2012.

  

Felicidade Geral II

¬†Um exemplar da "m√°quina da felicidade" na comunidade de Nobres evitaria "brigas" no poder e entre poderosos, n√£o ter√≠amos mais problemas de BO's e a cidade... se pertencesse aos sonhadores, cada um mandava ladrilhar a sua respectiva rua; os desvios e os desv√£os do passado desapareceriam da contabilidade p√ļblica e Nobres se tornaria a Riviera Francesa. Como faz falta uma m√°quina da felicidade por aqui para nos alegrar e fazer esquecer que tem uma conta de gest√£o (a de 2012) que o Tribunal de Contas emitiu parecer CONTR√ĀRIO e aqui pode ser aprovada.

-"Eu devia estar contente... Porque eu tenho um emprego... Sou um dito cidadão respeitável... E ganho quatro mil cruzeiros... Por mês". Mas insisto, quero ir pra máquina e virar bobo alegre.  

  

Felicidade Geral III 

Engraçado, mesmo, é alguém postar comentário na rede social (Facebook) reclamando da situação em que está a cidade e alguém ligado intimamente ao governo que se encerrou em 31 de dezembro "curtir". Isso, no mínimo, seria problema de amnésia, levando-se em conta que o TCE-MT cobra a devolução de R$ 1.400.000,00 do ex-prefeito José Carlos da Silva, cuja situação ainda vai levar longos anos na Justiça. Cheques tiveram assinaturas falsificadas e até carimbos de empresas foram falsificados. E por quem? Carimbos só são feitos por autorização expressa do titular da empresa, ainda mais de CNPJ. No Facebook, nem parece que essas pessoas tiveram algo a ver com a gestão anterior e andam "curtindo adoidado" os apontamentos que ai estão.

- H√° uma lei determinante nesses casos, a da causa e do efeito.

  

Enxergando Longe

Sempre achavam que era exagero as cobran√ßas do vereador Joel J√ļnior em rela√ß√£o √† pavimenta√ß√£o asf√°ltica da MT-241, que no entender do vereador progressista deveria come√ßar de Nobres para Bom Jardim. Pois n√£o √© que ele estava certo. Uma mat√©ria publicada no jornal impresso "A Gazeta", de Cuiab√°, doa dia 23/03/14, sobre a quest√£o dos investimentos em Nobres para a Copa do Mundo, deixa antever que alguns empres√°rios ligados ao "trade tur√≠stico" pregam movimento separatista, colocando Bom Jardim como independente de Nobres. Esse movimento, deixado nas entrelinhas por determinados empres√°rios do ramo, fica evidente e soa quase como um clamor quando dizem que a porta de entrada do turismo n√£o √© pela sede do munic√≠pio e sim por Chapada dos Guimar√£es.

 - Certo estava o vereador que desde já entendia desse "apartheid" camuflado.

 

Enxergando Longe II 

O vereador Joel J√ļnior sempre cobrou o in√≠cio da pavimenta√ß√£o a partir da cidade de Nobres. De outro lado, determinados empres√°rios do setor s√≥ faltam dizer: "esque√ßam Nobres e saibam que s√≥ a Bom Jardim existe" para o turismo. Esperamos que o nobre vereador volte √† carga e reitere a cobran√ßa da pavimenta√ß√£o da MT-241 daqui pra l√°, como forma de romper com esse movimento segregacionista em rela√ß√£o √† cidade de Nobres. Quem tem esse pensamento e essa vis√£o, por certo n√£o sabe que Nobres √© o munic√≠pio como um todo e que o turismo por aqui ainda est√° longe de se equiparar com Bonito, exatamente, pela consci√™ncia empresarial que todos t√™m l√° naquele munic√≠pio, cuja receita vem da excel√™ncia em ecoturismo.¬†

- √Č absurda essa iniciativa divisionista quando a maioria das pessoas que moram em Nobres, sequer conhece o turismo local, onde muita gente s√≥ pensa em turistas internacionais, em cofres cheios e sem quase nenhuma colabora√ß√£o com o er√°rio municipal.

  

Enxergando Longe III 

A pol√≠tica do venha n√≥s... e vosso reino nada, fica clara quando se v√™ determinadas pessoas com ideias separatistas ou segregadoras, pregando que a entrada na casa pela porta dos fundos seja a melhor maneira. Tudo bem que a MT-241 n√£o esteja nos melhores dias de trafegabilidade, mas, descartar a cidade de Nobres do turismo, de forma clara, √© qualquer coisa absurda. De outra parte, vale lembrar que o turismo em Nobres tem nome, o de uma pessoa que um dia mereceria uma Mo√ß√£o de Aplauso e T√≠tulo de Cidad√£o Honor√°rio de Nobres e at√© mesmo uma honraria concedida pela AL-MT. Este √© Everaldo Ferreira de Barros e fam√≠lia, precursores da atividade tur√≠stica em Nobres. Falar do internacional√≠ssimo Jonas Barros √© qualquer coisa repetitiva, cujo grau de conhecimento se sobrep√Ķe (quilometricamente) ao entendimento limitado de certos empres√°rios e suas ideias segregacionistas.¬†

- Convoquem Jonas Barros para palestrar sobre turismo em Nobres (o município como um todo) e ouçam dele ideias brilhantes e portentosas sobre como não prescindir da cidade para a grandeza da atividade turística em todo o município.

  

Enxergando Longe IV 

H√° pelos uns 15 anos atr√°s, Everaldo Ferreira de Barros j√° pregava que o turismo rural seria um fato gerador de emprego e renda em Nobres (o munic√≠pio e n√£o a cidade). √Ä √©poca, muitos o olhavam de soslaio e descartavam essa possibilidade. Entretanto, aos poucos, essa vis√£o vai se tornando clara e h√° quem tenha a pretens√£o de ser "√ļnico" em Nobres, reinando financeiramente e n√£o tendo nenhuma preocupa√ß√£o com renda ao munic√≠pio. Mas esse entendimento, de que √© poss√≠vel s√≥ usufruir sem gerar receita, aos poucos vai caindo por terra como tese absolutista. O sol vai brilhar para todos no turismo e as vis√Ķes ditatoriais de hoje ser√£o teses vencidas no mais breve espa√ßo de tempo poss√≠vel.¬†

- Quem leu a reportagem inserida no jornal impresso A Gazeta, de 23 de março de 2014, pode perceber qual o real propósito daquilo tudo. Uma grande reportagem, feita por uma profissional, mas, quem é daqui de Nobres (o município) sabe quem é quem.

  

Enxergando Longe VI 

Al√©m do horizonte de apenas algumas pessoas h√° um munic√≠pio em fase de crescimento e com atraso de d√©cadas na atividade tur√≠stica, exatamente por ser projeto de assentamento, cuja burocracia emperra tudo h√° anos. Mas, na medida em que se d√° um passo por vez e adiante, alguns demonstram interesse em ficar com os p√©s metidos na jaca. Ainda bem que h√° outras pessoas, outras cabe√ßas e outros pensamentos para contribuir na forma√ß√£o de opini√£o que possa melhorar e levar Nobres a fazer turismo profissional. Quem j√° teve a oportunidade de ouvir o J√ļnior do SESC Serra Azul falar, n√£o saiu com nenhuma d√ļvida de que esteve com quem tem conhecimento e olhar de vision√°rio. O SESC Serra Azul e seu comando devem ser o carro-chefe do comboio que seguir√° em dire√ß√£o a um modelo de turismo profissional a ser implantado em Nobres, obviamente, o munic√≠pio como um todo.¬†

- Tem gente precisando de ser colocado naquela máquina da felicidade daquela comunidade na selva da novela Além do Horizonte.  

  

TV Cidade 

A TV Cidade, canal dom√©stico da cidade de Nobres, abordou um tema palpitante dos √ļltimos dias em Nobres, a vota√ß√£o das contas de gest√£o do ex-prefeito Jos√© Carlos da Silva, relativas ao de 2014. Como se sabe, o ex-prefeito Jos√© Carlos da Silva ter√° que devolver ao menos R$ 1.400.000,00 aos cofres do munic√≠pio, mais multa, e das irregularidades cometidas na sua administra√ß√£o, muitas delas ser√£o enviadas ao Minist√©rio P√ļblico Estadual para poss√≠veis implic√Ęncias em improbidade administrativa e a√ß√£o penal. A responsabilidade sobre os ombros dos vereadores √© tamanha e o risco de saia-justa tamb√©m, em face de terem ocupado mesmo palanque na campanha de 2012.¬†

- Esse assunto ainda vai render muita falação.  

  

TV Cidade II 

Durante a sessão de julgamento das contas de gestão do ex-prefeito José Carlos da Silva, após a leitura de todo o processado e o veredito, o conselheiro Valter Albano, relator das contas, chegou a dizer que esse tipo de gestor "tem que desaparecer" e complementou: "...eu ousaria dizer, não só do município, mas da face da terra...". A colocação é pesada, mais ainda quando a análise é técnica e não chegou ao terreno da ação penal embora a improbidade administrada tenha restado demonstrada e avaliada pelo TCE-MT. 

- √Č poss√≠vel acreditar que as contas ser√£o aprovadas no Legislativo, ainda assim, com o peso do TCE-MT e seu parecer contr√°rio.

Dia de C√£o

Uma notícia na tevê sobre tentativa de assalto em uma residência em Cuiabá chamou a atenção em relação ao fato porque a PM chegou rapidamente e os bandidos fugiram, pulando o muro para uma outra residência. O policial também pulou o muro e lá tinha um cão pitbull que, ao invés de pegar o bandido, partiu para cima do policial e nessa história, os personagens iniciais, a senhora que quase foi assaltada e os bandidos se livraram, cada um a sua maneira e o policial teve que se virar com o pitbull.

- Esse pode ter sido o dia da caça.

 

Longevidade e Risco 

O exerc√≠cio do poder por longos anos tem seus riscos e o PT enfrenta todos os riscos da perman√™ncia no poder por 12 anos. Os esc√Ęndalos se sucedem, muitos enriquecem e o Brasil, que vem sendo espoliado desde os tempos da Coroa Portuguesa permanece gigante pela pr√≥pria natureza "de seu povo". Como um pa√≠s pode ser t√£o rico e t√£o esbulhado assim? Ouro, diamantes, pedras preciosas, madeira, cobras, aranhas, peixes ornamentais, esp√©cies da flora s√£o tirados do Brasil e vendidos a peso de ouro l√° fora e o povo daqui √† merc√™ de bolsa fam√≠lia, bolsa escrotal e o cacete...¬†

- Esse é duro na queda, sendo espoliado, depenado e esfolado há 514 anos e ainda se aguenta em pé... pqp.

Longevidade e Risco II

Em uma Linda Mulher, Richard Gere é Edward Lewis, um milionário comprador de empresas quebradas que se apaixona por uma prostituta. O Brasil é comparado a Gere ou seu personagem, sr. Lewis, ao adquirir uma empresa quebrada em Pasadena, nos EUA. Só que, no filme, Edward Lewis lucrava com as compras e o Brasil faz o papel de cachimbo e leva só fumo ao adquirir uma empresa quebrada de um milionário que não tem nada a ver com Gere ou com Lewis. Tomamos (o Brasil) no fiofó com nada mais nada menos quem um bilhão de dólares... e as estradas brasileiras, mais furadas que tábua de pirulito junto com a economia nacional.

- Vem CPI por aí, onde entra o esquema da prostituição política para tentar barrar esse evento fantasioso que surge em Brasília de tempos em tempos.

 

Peladona

Bombou nas redes sociais e na internet em geral a mo√ßa que tirou a roupa e saiu circulando para as c√Ęmeras dos celulares no show Vila Mix, realizado em Cuiab√°, recentemente. Com as partes √≠ntimas expostas e com pelos, ela chegou a ouvir cantadas daqueles que a viam no strip sertanejo. Hoje, ela est√° nos principais portais de not√≠cias de Cuiab√° dizendo ter sido v√≠tima de whisky e energ√©tico, que ingeriu bem durante a noite. Estudante de enfermagem, √© de se acreditar que ela esperava um convitinho da Playboy ap√≥s ter dado uma passadinha no camarim do sertanejo Gustavo Lima.¬†

- Fama instant√Ęnea e uma perereca um pouquinho peluda para quem costuma buscar pelo em ovo e chifre em cabe√ßa de cavalo.¬†

 

Poluição do Ar

Ao menos sete milh√Ķes de pessoas morreram em 2012 devido √† contamina√ß√£o do ar, revela um estudo publicado nesta segunda-feira (24) pela Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS). Os n√ļmeros est√£o em franco crescimento se comparados ao estudo anterior, feito em 2008, gra√ßas a uma mudan√ßa na metodologia. Os resultados s√£o "chocantes e bem mais preocupantes", afirmou Mar√≠a Neira, diretora do departamento de sa√ļde p√ļblica da OMS. "A contamina√ß√£o do ar √©, agora, o fator ambiental mais importante sobre a sa√ļde e todo mundo √© afetado, tanto os pa√≠ses ricos como os pa√≠ses mais pobres", acrescentou. A nota est√° no portal G1.

- Nada que os paulistas não conheçam e nós por aqui através de partículas de calcário suspensas no ar.

  

Cenas da Vida Real

Gilberto Braga e Edgar Moura Brasil oficializaram a uni√£o depois de quase 41 anos de relacionamento. O casamento foi realizado por uma ju√≠za no s√°bado (22) no apartamento dos dois, localizado no Arpoador, no Rio. A cerim√īnia teve cerca de 50 convidados, incluindo muitos famosos, como Gloria Pires, Fernanda Montenegro, Deborah Evelyn e Dennis Carvalho, e o bolo fazia homenagem aos cachorros de estima√ß√£o do casal. O casal celebrou o noivado em dezembro de 2013, em Paris, segundo o Portal Baixaki.

- E um internauta alfinetou acerca das doses cavalares de homossexualidade na telinha do plim-plim. Beijinhos pra l√°, beijinhos pra c√°...

  

Cheirando Estranho

A Alf√Ęndega da Alemanha apreendeu um pacote contendo 340 gramas de coca√≠na acondicionada em 14 camisinhas que era endere√ßado ao Vaticano. A apreens√£o aconteceu em janeiro, disse o jornal alem√£o Bild am Sonntag. O pacote foi enviado de um pa√≠s sul-americano n√£o identificado. Segundo o jornal, o pacote com a droga, avaliada em 40 mil euros, foi encontrado em janeiro por oficiais da Alf√Ęndega alem√£ no aeroporto internacional de Leipzig. As camisinhas com a coca√≠na estavam dentro de um carregamento de almofadas que estava endere√ßado apenas ao Correio Geral do Vaticano ‚Äď o que significa que qualquer um dos cerca de 800 residentes do Vaticano poderia retir√°-lo. As pol√≠cias da Alemanha e do Vaticano montaram uma armadilha, permitindo que o pacote ficasse √† disposi√ß√£o de quem fosse busc√°-lo. Mas ningu√©m apareceu, o que indica que o destinat√°rio ou destinat√°ria teria sido alertado. A nota est√° publicada no portal Baixaki.

- Vadre retro Satana.

  

Trote Cavalar

Uma nota no portal UOL aponta que: "Um estudante que foi aprovado na Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp) desistiu do curso depois de receber ameaças por ter denunciado um trote humilhante à polícia e à direção da instituição. Luiz Fernando Alves, de 22 anos, prestou queixa na sexta-feira (21) depois de ser obrigado a ficar de joelhos, equilibrando garrafas de cerveja na cabeça. Quando reclamou para os veteranos, eles teriam urinado e derramado cerveja sobre ele e dado tapas e golpes nas orelhas do rapaz com as garrafas. O trote violento teria acontecido no primeiro dia de uma festa, que deveria durar quatro dias, em 18 de março. Luiz Fernando teria desmaiado e ido embora do local do evento no segundo dia. Agora, ele conta que está recebendo ameaças por telefone e que prefere transferir o curso para outra instituição de ensino".

- Isso é Educação?

  

Atraso

Uma correspond√™ncia que era para estar em m√£os dia 12 de mar√ßo de 2014, s√≥ foi entregue pelos Correios na manh√£ de 20 de mar√ßo de 2014, portanto, com ao menos sete dias de atraso. N√£o fossem os recursos da internet e do boleto via email, quem arcaria com os preju√≠zos? A ag√™ncia dos Correios enfrenta fila para se saber de quem a vez na hora de assaltar a empresa. A cada semana um marginal assalta a ag√™ncia e a dire√ß√£o nacional dos Correios divulga publicidade anunciando que a empresa atua na √°rea internacional. Se para os padr√Ķes tupiniquins a coisa anda nessa velocidade, em n√≠vel internacional como n√£o deve ser.

- Realmente, o melhor mesmo é investir em Cuba. Cuba, bem entendido, e não em Cuiabá.

Last Updated ( Friday, 06 June 2014 11:02 )

 

Trincheira XXXVII

Salva Vidas?

O jogador de futebol amador que age com violência excessiva na prática do esporte é considerado antiesportivo e, portanto, passível de punição por parte de alguma comissão disciplinar. Isso é óbvio. O que não pode é alguém "in

























































































































































































Last Updated ( Tuesday, 18 March 2014 10:52 )

Trincheira XXXVI

Contra Indicação
Nessas idas e vindas da vida, um ex-secretário, bastante poderoso ontem e que costumava dar chá de cadeira em muita gente, em dias recentes e já passados, experimentou do próprio chá e parece não ter gostado, a ponto de reclam
































































































































































Last Updated ( Monday, 23 December 2013 13:28 )

Trincheira XXXV

Selo Unicef
Vinte e nove munic√≠pios mato-grossenses assinaram o Termo de Ades√£o ao Selo Unicef Munic√≠pio Aprovado Edi√ß√£o 2013 ‚Äď 2016. A solenidade de lan√ßamento do Selo foi realizada na sexta-feira (25/10) no audit√≥rio da Associa√ß√£o Mato-gr






















































































































































































































Last Updated ( Saturday, 26 October 2013 12:20 )

Trincheira XXXIV

Jogo Aberto
A C√Ęmara dos Deputados aprovou na noite de ter√ßa-feira (03/09), por unanimidade, a Proposta de Emenda √† Constitui√ß√£o (PEC) 349, que acaba com o voto secreto no Poder Legislativo. Com um qu√≥rum de 453 parlamentares em plen√°rio, a PEC































































































































Last Updated ( Wednesday, 04 September 2013 14:03 )

Page 4 of 11

TRINCHEIRA LIII

Empurro(terapia) A m√≠dia da capital, com bastante frequ√™ncia, comenta sobre as ambul√Ęncias que levam pacientes para Cuiab√°, denominando isso de ‚Äúempurroterapia‚ÄĚ. Na maioria das vezes, sem raz√£o, porque nos munic√≠pios n√£o h√° como realizar exames de m√©dia e alta complexidade, da√≠ a transf

Hora de definição

A administração municipal de Nobres, através do prefeito Leocir Hanel (PSDB), terá que se alinhar politicamente a partir do ano que vem; que é quando haverá essa necessidade, de apoiar nomes e quadros políticos que estarão na disputa majoritária em 2018. Será a hora da decisão para qual r
Banner
Banner
Banner
Banner